Home»Reforma da Previdência»Henrique Meirelles defende votação da reforma da Previdência para fevereiro

Para Meirelles a reforma é essencial para a economia brasileira

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

O efeito positivo da reforma será sentido ao longo dos anos, segundo Meirelles

O ministro da fazenda, Henrique Meirelles trabalha com a possibilidade da reforma da Previdência ser votada em fevereiro, segundo ele a aprovação da proposta nos próximos meses é essencial para que o governo consiga cumprir as metas de déficit primário, o teto de gastos e a regra de ouro, que limita o endividamento do governo nos próximos anos.

Além de ter pedido engajamento do Congresso em discutir as medidas de ajuste fiscal que significa o aumento de tributos e corte de gastos, podendo render até R$15,4 bilhões para o governo neste ano. Meirelles e Oliveira anunciaram a desistência do governo em flexibilizar a regra de ouro antes da conclusão das discussões sobre a reforma. Segundo ele a equipe dos dois ministérios trabalharão juntas para elaborar uma proposta que acomode no, Orçamento de 2019, uma solução no rombo de R$ 150 bilhões a R$ 200 bilhões necessários para cumprir a exigência.

Após explicar que o efeito positivo da aprovação da reforma será sentidos ao longo dos anos na economia brasileira, principalmente por causa das regras de transição. E disse que caberá ao presidente da Câmara Rodrigo Maia colocar a proposta em pauta e ir para a votação o mais rápido possível como medida essencial para reequilibrar as contas públicas.

(com informações da Agência Brasil)

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!


Comente a vontade