Home»Cotidiano»Homem procurado pela polícia é preso após publicação em rede social

Rodrigo foi encontrado em Goiânia, em um imóvel no Jardim Novo Mundo, dentro da casinha do cachorro, e não resistiu a prisão

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) prendeu, na manhã dessa sexta-feira (19), Rodrigo Rezende de Moura, de 39 anos, apontado como um dos líderes de uma organização criminosa especializada em roubos, furtos e recepções de combustíveis, desarticulada no início de 2018, segundo informações da Polícia Civil. No dia 10 de janeiro, quando foi deflagrada a segunda fase da Operação Líquido Dourado, cujos um dos alvos era Rezende, ele postou uma foto no Instagram com sua localização e a legenda “nem a polícia localiza”.

Rodrigo foi encontrado em Goiânia, em um imóvel no Jardim Novo Mundo, dentro da casinha do cachorro, e não resistiu a prisão, segundo o delegado Alexandre Bruno, titular da Decar. O empresário José Leonardo Borges, dono de postos de combustíveis, também apontado como um dos cabeças do esquema, foi preso durante a operação.

As investigações tiveram início no ano passado. Após receber informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de que 51 ocorrências de roubo de carretas carregadas com combustíveis tinham muitas semelhanças, a Decar começou a apurar os casos. Foram presas 15 pessoas. Em quase todos os roubos em Goiás, os motoristas repassavam o combustível para receptadores e, em seguida, registravam ocorrência como se tivessem sido abordados por ladrões. O empresário e família ostentavam uma vida de luxo, com um patrimônio de R$ 3,5 milhões. O prejuízo total calculado é de R$ 22 milhões.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente a vontade