Home»Cotidiano»OAB promove evento sobre diversidade sexual

OAB promove evento sobre diversidade sexual

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Palestras abordam questões de gênero e núcleos familiares

A Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO) realiza amanhã (7) às 19 horas, o evento “Diversidade Sexual em Foco: Debates Possíveis”. A iniciativa acontece na sede da organização e as inscrições podem ser realizadas gratuitamente online.

O presidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB-GO, Rogério Gomes de Mesquita Almeida afirmou que o órgão tem buscado uma maneira de se aproximar a comunidade LGBT. “Queremos mostrar que eles têm um braço amigo dentro dessa entidade pública”, aponta.

Programação

A programação do evento prevê a realização de três palestras. A estudante de letras Rafaela Lincoln, mulher trans e negra ativista, deve conduzir o tema “Cotidiano de uma mulher transexual no Brasil”. A previsão é de que a palestrante aborde dificuldades enfrentadas no seu dia-a-dia, no ambiente de trabalho e na universidade.

O segundo ato se chama “Escola, currículo e ‘ideologia de gênero’: desbravando concepções e contextos sociais”, com a pesquisadora e ativista Elismênnia Aparecida Oliveira. O objetivo da palestra é desconstruir a ideia de que existe uma “ideologia de gênero” e explicar a existência da “identidade de gênero”, como uma construção social sobre os papéis do que é ser homem ou mulher na sociedade.

A terceira apresentação trata de “Pluralidade Familiar”, com palestra de Daniel Albuquerque de Abreu, advogado e estudioso dos Direitos Humanos. O tema é abordado com o intuito de refletir os direitos dos diferentes moldes familiares contemporâneos.

Discussão

Rogério Almeida afirma que “a diversidade sexual é um tabu, que vem sendo discutido nas universidades e escolas”. O representante da OAB-GO conta que o tema precisa ser mais discutido, especialmente devido aos registros da violência contra LGBTs no país. Como exemplo, o Brasil é o país que mais mata transexuais e travestis no mundo. A expectativa de vida dessa população é de 35 anos.

“O direito à pessoa deve prevalecer, então nesse momento a educação é a maior arma que nós temos contra a violência e a intolerância”, ressalta. Rogério Almeida acredita que atual momento político tem se caracterizado pela ascensão de um pensamento conservador, que às vezes se opõe aos direitos das minorias. “Teremos a possibilidade de explicar, demonstrar e criar novos conceitos para reprimir toda essa intolerância e violência à dignidade sexual e ao gênero da pessoa”, comemora.

Serviço

“Diversidade Sexual em Foco: Debates Possíveis”

07 de dezembro – 19 às 22 horas

Auditório Eli Alves Forte – OAB-GO

Rua 1121, número 200, Setor Marista

Inscrições gratuitas – www.oabgo.org.br/esa

Gustavo Motta

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!


Comente a vontade