Home»Blogs & Colunas»Radar: “Wilder é ilegítimo”

Radar: “Wilder é ilegítimo”

0
Shares
Pinterest Google+

O deputado federal Roberto Balestra (PP) não ficou nada satisfeito com a antecipação da chapa da base aliada no comício da Toca da Orca. Diz que política se faz conversando, “no pé do fogão”. Não poupou críticas ao senador Wilder Morais, a quem considerou “ilegítimo” no PP, dando a entender que ele não se relaciona com as bases do partido. “Você vai ao diretório do PP em Goiânia e quem trabalha lá são funcionários dele no Senado, que ele paga, e que eram todos do PMDB”, disse Balestra.

Lúcia & Caiado
Sobre o fato de a senadora Lúcia Vânia conversar com o deputado federal Ronaldo Caiado, Balestra disse que é muito natural. “Na eleição de Goiânia, em 2016, o Marconi chegou a trabalhar para que Iris fosse o candidato da base”, afirmou.

Quer porque quer
Ontem, da tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Cláudio Meirelles (PR) defendeu investigação nas contas da Goiás Turismo.

Frigoríficos
A crise da carne foi parar na Assembleia Legislativa. A deputada Isaura Lemos (PC do B) propôs audiência pública para discutir o problema.

Convênios

Para discutir do plano de investimentos do Estado no biênio 2017/2018, o vice-governador José Eliton recebeu ontem mais um grupo de 10 prefeitos.

Barba e cabelo

Já existe, entre aliados na Assembleia, a chamada “Bancada do Wilder”.

É desse jeito

De acordo com informações do líder do Governo na Assembleia Legislativa, Francisco Oliveira (PSDB), a PEC dos Gastos deve excluir os militares, “por ser uma categoria especial”.

Águas passadas
Por conta do acordo do PTB com o governo estadual, não se viu ontem, na sessão da Assembleia, reclamação do deputado Henrique Arantes quanto ao tratamento dispensado pelo governo estadual.

A seu tempo

Do deputado estadual Álvaro Guimarães (PR), sobre a composição da chapa aliada do governo para 2018: “Isso é igual a manga, só dá na época certa”.

Mártir do PT
Está com saudades de Lula? O ex-presidente vai aparecer ao lado do governador Fernando Pimentel (PT), no Dia da Inconfidência Mineira, 21 de abril. A cerimônia acontece em Ouro Preto.

Dorminhoco de Rio Verde
Elecir Casagrande, o desaparecido vereador de Rio Verde que reapareceu tirando uma soneca de três dias em seu próprio carro, já foi candidato à Assembleia Legislativa em 2010. Ele ficou na 3ª suplência da coligação PP/PR, logo abaixo de Ney Nogueira e Ozair José.

Prefeito das jabuticabas

Novo presidente da AGM, o prefeito Paulinho Rezende está candidato a deputado estadual, mas ele tem dois problemas pela frente: filiado ao PSDB, vai precisar de quase 30 mil votos para se eleger e seu principal reduto eleitoral, a cidade de Hidrolândia, tem apenas 14 mil eleitores.

Suplentes na bica
Após a posse de Victor Priori na vaga da deputada Lêda Borges, que retornou no início deste ano à Secretaria Estadual da Cidadania, cresce a expectativa por nova acomodações de suplentes na Assembleia Legislativa. O primeiro da fila é o cantor gospel Henrique César, genro do pastor Oídes do Carmo; o segundo é o delegado Marcos Martins, ex-diretor-geral da Polícia Civil; e o terceiro é o ex-deputado Carlos Leréia, ex-presidente da Agência Brasil Central.

Apoio político
Novo secretário de Segurança Pública, Ricardo Balestreri fez visita de cortesia ontem a deputados da base aliada, na Assembleia Legislativa.

Com critério
Marconi Perillo confirmou ontem que, na indicação de Francisco Pontes para Secretaria de Desenvolvimento (SED), atendeu o “amigo de longa data” – Jovair Arantes (PTB) – mas seguiu a orientação do Fórum Empresarial goiano.

Deu no Estadão
Aliados de Geraldo Alckmin (PSDB-SP) consideram Marconi Perillo um excelente nome para presidir o partido nacionalmente. O mandato de Aécio Neves termina em maio de 2018.

Ataque

Daniel Vilela (PMDB) criticou ontem, nas redes sociais, o estado de conservação de rodovias goianas.

Contra-ataque
O governo estadual deve anunciar, no próximo dia 30, R$ 6,5 bilhões em investimentos, boa parte nas rodovias estaduais.

Dia da Água

Para marcar as comemorações do Dia Mundial da Água, o governador Marconi Perillo assina hoje atos, no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco. (BR – 153, Km 127- Goianápolis – GO), às 9 horas.

DNA político

Prefeito de Porangatu, o tucano Pedro Fernandes é irmão de Gláucia Melo, mulher do deputado estadual Júlio da Retífica (PSDB). Mais um detalhe: ele é casado com Leila Fernandes, que tem a patente de 2ª Sargento do Corpo de Bombeiros.