0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Um vereador da cidade de Ponta Grossa, no Paraná, disse em plenário nesta quarta-feira (18) que pode prender a cantora Pabllo Vittar caso a draq queen “inventar de ir para rua”. Só que o vereador Ezequiel Bueno (PRB) baseou todo o seu discurso em notícia falsa veicula em redes sociais, que dizia que artista junto com o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) fariam visitas a escolas brasileiras para ensinar crianças sobre diversidade sexual.

“Uma cidade em que brigamos aqui no plano de educação para tirar a ideologia de gênero das escolas. Numa cidade onde somos conservadores, somos pais, mães e trabalhadores. Quem quiser assistir, se não for com o meu dinheiro, tudo bem. Porque se inventarem de sair pra rua e ir nas escolas, eu vou prender. Vou prender, nem que depois eu seja preso por abuso de autoridade”, bradou o vereador durante o discurso.

Ele ainda completou: “Não vamos deixar isso acontecer, de maneira nenhuma vamos deixar uma pessoa dessa ir à escola e ensinar sobre diversidade sexual para as crianças. ‘Mas pastor, é só um show’. Eu não sei. Abriu a porta, entrou? Aí é complicado”.

Pabllo é um das atrações do München Fest, que também contará com a presença de Anitta, Felipe Araújo, Thaeme & Thiago, Henrique & Juliano e Capital Inicial. A festa ocorre entre os dias 5 e 10 de dezembro.

A cantora ainda não se pronunciou sobre a posição do vereador paranaense.

.