10 curiosidades sobre a atriz Fernanda Montenegro

Confira a lista de curiosidades e fatos interessantes que você provavelmente ainda não sabe sobre a atriz Fernanda Montenegro

A atriz Fernanda Montenegro será a próxima imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). O resultado oficial será divulgado apenas no dia 4 de novembro, no entanto ninguém quis concorrer com ela, em sinal de respeito. Montenegro, que completa 92 anos este mês, ocupará a cadeira número 17, que era de Affonso Arinos de Mello Franco. Para homenagear a artista, considerada uma das melhores atrizes, é frequentemente referenciada como a grande dama do cinema e da dramaturgia brasileira, preparamos uma lista com 10 curiosidades e fatos interessantes sobre a vida e a carreira da atriz.

10. Nome verdadeiro 

Seu nome verdadeiro é Arlette Pinheiro da Silva Torres. Ao iniciar a vida artística na TV Tupi, foi solicitado que ela tivesse um nome mais forte. Foi, então, que surgiu o nome Fernanda Montenegro.

9. Política 

Em 1985, Fernanda foi convidada a ser ministra da Cultura do governo do presidente José Sarney. Diante do alvoroço causado nos noticiários, a atriz preparou uma longa carta, escrita na máquina de escrever do amigo Manoel Carlos, recusando o convite.

8. Arte 

Com cerca de 12 anos, a futura atriz passou a investir seu tempo no cinema e ia ao menos três vezes por semana assistir aos filmes em cartaz, muitas vezes emendando um após o outro. Na infância, já participava de peças de teatro, fosse na escolinha ou na igreja.

7. Emmy 

No ano de 2013, Montenegro quebrou barreiras ao tornar-se a primeira mulher brasileira a ganhar um Emmy. O papel vencedor foi Dona Picucha em Doce de Mãe.

6. Locutora 

Na adolescência, a principal diversão de Fernanda era ouvir música clássica na Rádio MEC, onde trabalhou como locutora alguns anos depois, em 1944.

5. Casamento 

Fernanda Montenegro casou-se virgem aos 23 anos. Na época, não tinha dinheiro para comprar um vestido, e teve que usar o de sua amiga – e importante atriz, Eva Todor.

4. Primeiro filme 

O primeiro longa metragem da carreira de Fernanda Montenegro foi “A Falecida”, drama de 1965 baseado na peça de Nelson Rodrigues. No filme, Fernanda contracenou com Paulo Gracindo e Nelson Xavier, e deu vida a uma personagem obcecada pela morte.

3. Amizade com Nelson Rodrigues 

O grande dramaturgo brasileiro foi amigo de Fernanda, e escreveu três peças especialmente para ela: “Beijo no asfalto”, de 1960; “Toda nudez será castigada”, de 1965; e “A serpente”, de 1978. No entanto, ela só conseguiu fazer a primeira peça.

2. Ditadura 

Ser uma atriz de teatro durante a Ditadura Militar não foi nada fácil para Fernanda. Além das fortes censuras aos textos, nos quais a atriz chegou a ser proibida de falar palavrões, ela também sofreu um atentado, no qual uma bala quase atingiu Fernando Torres, seguido de ameaça de morte para que não encenassem a peça, o que obrigou o teatro a reforçar a segurança do local.

1. Oscar 

Em 1999 a atriz foi indicada ao Oscar por sua atuação no filme Central do Brasil. Na época, Fernanda foi convidada a dar uma entrevista no programa Late Show With David Letterman, na época, um dos talk shows mais populares dos EUA. Ela, que tornou-se a primeira brasileira a concorrer à premiação, divertiu a plateia e afirmou ser o azarão.

Tags: