10 curiosidades sobre o cerrado

Confira a lista de números e fatos curiosos sobre o bioma que predomina no estado de Goiás

Por Lígia Saba 

O Cerrado é um dos seis biomas brasileiros, que se concentra principalmente no centro do país, e está presente nos estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal. É assim conhecido no nosso país, mas em outros lugares do mundo recebe o nome de savana, e se caracteriza por uma vegetação com árvores baixas, arbustos espaçados e gramíneas. O clima é predominantemente quente com um verão chuvoso e um inverno seco. Para saber um pouco mais sobre o bioma presente no nosso estado preparamos uma lista com 10 curiosidades sobre o cerrado que você provavelmente ainda não sabe, vem dar uma olhada!

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

10. Segundo maior bioma brasileiro 

Perdendo apenas para a Amazônia, o Cerrado ocupa uma área de mais de 2 milhões de km2, correspondendo a cerca de 25% do território nacional. Não só é o segundo maior bioma do Brasil, como também de toda a América do Sul.

9. Berço das águas 

No cerrado nascem os rios que formam as principais bacias hidrográficas do país. São eles: Parnaíba, Paraguai, Paraná, Tocantins-Araguaia, São Francisco e Amazônica. O Paraguai e Paraná se juntam ao rio Uruguai e formam a bacia do Prata, de grande importância econômica para o Brasil e para outros países da fronteira. Em sua área se encontram também três grandes aquíferos: Guarani, Bambuí e Urucuia.

8. Biodiversidade 

É considerado um hotspot mundial, ou seja, uma área que abriga grande diversidade biológica e espécies endêmicas, aquelas que não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo. Estima-se que o bioma abriga mais de 6 mil espécies de árvores e 800 de aves. Aproximadamente 40% das espécies de vegetação lenhosa, e cerca de 50% das abelhas são espécies endêmicas. Sobre os insetos, fala-se de mais de 14 mil espécies, representando 47% da diversidade de insetos do Brasil.

7. Menos áreas Protegidas

Apesar das características próprias de biodiversidade, o Cerrado, junto com a Caatinga, são as áreas menos protegida pelo poder público. Esse bioma apresenta 8,21% de seu território legalmente protegido por unidades de conservação. Desse total, 2,85% são unidades de conservação de proteção integral, nas quais são permitidos apenas usos indiretos, e 5,36% de unidades de conservação de uso sustentável, nas quais são unidos o uso dos recursos naturais com a conservação da natureza.

6. Árvores típicas 

Entre as árvores típicas do Cerrado, estão; o ipê, barbatimão, gravatá, murici-do-Cerrado, aroeira, angico, pequi, peroba-do-Cerrado, faveiro, babaçu e mercúrio-do-campo.

5. Frutas Típicas 

Entre as frutas típicas estão o pequi, cagaita, buriti, mangaba, pêra-do-campo, baru, araticum, gabiroba, jatobá, baru, murici e taperebá. Que frequentemente são usados para produção de sucos e doces.

4. Carvão Vegetal

Em torno de 80% do carvão vegetal consumido em todo o Brasil vem de árvores do Cerrado.

3. Ocupação do bioma 

A ocupação do Cerrado iniciou-se no século XVIII com a mineração, que se desenvolveu num rápido ciclo de exploração intensiva.

2. Peculiaridades 

O Cerrado caracteriza-se como uma região peculiar por associar uma rica biodiversidade a uma aparência árida decorrente dos solos pobres e ácidos. Além de possuir apenas duas estações: uma chuvosa e a outra seca.

1. Importância 

O cerrado abrange uma área habitada há muitos anos, principalmente por populações indígenas, como os Karajás, Avá-Canoeiros, Xerentes. Essas populações extraem do próprio bioma os recursos naturais que garantem seu sustento. Além disso, cerca de 200 espécies nativas do cerrado apresentam não só potencial econômico, mas também medicinal.

Tags: