10 curiosidades sobre o inverno

Confira a lista de fatos e curiosidades sobre o inverno que você provavelmente ainda não conhecia

Por Lígia Saba 

O inverno no Brasil chegou, trazendo temperaturas baixas que combinam com um bom chocolate quente, vinhos e filme embaixo da coberta. Nesse período é comum que em países mais perto dos polos, as temperaturas fiquem abaixo de 0ºC e que ocorram fenômenos como a queda de neve e a formação de geadas. No Hemisfério Norte da Terra, o inverno é chamado de Boreal, já no Sul, é Austral. O Boreal começa em 21 de dezembro e termina em 30 de março, já o Austral, começa em 21 de junho e termina em 21 de setembro. Por isso, quando no Brasil, que fica no Hemisfério Sul, é inverno, na Europa ou Estados Unidos é verão e vice e versa. Para comemorar a chegada do inverno preparamos uma lista com 10 fatos e curiosidades sobre essa estação que você provavelmente ainda não sabia.

10. Você não ficaria chocado ao ver neve no chão da Sibéria ou Minnesota quando viajava para esses lugares durante os meses de inverno. Mas as áreas do norte não têm o monopólio da queda de neve, os flocos brancos são conhecidos por pousarem em diversos lugares, do Deserto do Saara ao Havaí. Mesmo o lugar mais seco da Terra não está imune. Em 2011, o deserto do Atacama, no Chile, recebeu quase 81 centímetros de neve graças a uma rara frente fria da Antártida.

9. O floco de neve médio varia de um tamanho ligeiramente menor que um centavo até a largura de um cabelo humano. Mas alguns pesquisadores acreditam que eles podem crescer muito mais. Testemunhas de uma tempestade de neve em Fort Keogh, Montana, em 1887, alegaram ver cristais do tamanho de uma panela de leite caírem do céu. Se for verdade, isso os tornaria os maiores flocos de neve já vistos, com cerca de 38 centímetros de largura.

8. Alguns lugares do mundo são sempre gelados, os polos Sul e Norte são exemplo disso. Eles ficam mais distantes do eixo do sol e por isso têm sempre temperaturas negativas ou próximas a isso. Nesses locais costumamos encontrar os glaciares, que são uma espécie de gelo eterno, ou seja, nunca derretem.

7. A Rússia costuma bater todos os recordes em temperaturas negativas. O inverno na região chega a ser tão rigoroso que bate os 60 graus negativos em regiões mais altas e isoladas.

6. A Antártida também é uma área gelada do globo. É dela o recorde de temperatura mais baixa registrada nos últimos tempos: menos 89º. O pedaço mais gelado do mundo é chamado de Vostok.

5. No Brasil, as temperaturas mais baixas são registradas durante o inverno no estado de Santa Catarina. A região já chegou a marcar menos 17º. Mas, sempre no alto das montanhas e no período noturno. A região do Sul do Brasil explora bem essa característica, principalmente como destino turístico.

4. Todo mês de janeiro (início da temporada de inverno no hemisfério norte) a Terra chega ao ponto em sua órbita mais próxima do Sol. Apesar de alguns equívocos comuns, a queda sazonal da temperatura não tem nada a ver com a distância do nosso planeta para o Sol. Em vez disso, tem tudo a ver com qual direção o eixo da Terra está inclinando, e é por isso que os dois hemisférios experimentam o inverno em diferentes épocas do ano.

3. A cidade de Aomori, no norte do Japão, recebe mais neve do que qualquer grande cidade do planeta. Todos os anos, os cidadãos são atingidos com 792 centímetros, ou cerca de 8 metros, de neve em média.

2. Se você é brasileiro e quer ver neve durante o inverno. Deve viajar até o país vizinho, o Chile. Lá é possível conhecer a neve. Já que as nossas temperaturas raramente produzem esse fenômeno.

1. Se você gosta do frio e quer curtir um bom vinho, deliciosos foundues, chocolates quentes e uma lareira, é indispensável conhecer, por exemplo, Monte Verde, no sul de Minas, conhecida como a “Suiça de Minas Gerais”, com construções e paisagens belíssimas, além de Maria da Fé (a cidade mais fria do Estado), Milho Verde e São Tomé das Letras. Campos do Jordão, em São Paulo, a “Suiça do Brasil”, é o mais alto aglomerado urbano do Brasil, com imponente arquitetura europeia, e é também um destino certo.

Tags: