10 curiosidades sobre Pirenópolis

Confira a lista de curiosidades e fatos interessantes sobre a cidade histórica de Pirenópolis

Pirenópolis é uma pequena cidade do interior do estado de Goiás, tombada como Patrimônio Nacional, que conserva seu aspecto histórico, cercada por morros, pedras e cachoeiras. Hoje, dias 07 de outubro, a região comemora aniversário, tendo sido fundada com o nome de Minas de Nossa Senhora do Rosário Meia Ponte pelo minerador português Manoel Rodrigues Tomar em 1727. Com o objetivo de comemorar o aniversário da cidade e homenagear a região tão amada e destino de tantos goianos que querem descansar e se divertir, preparamos uma lista com 10 fatos e curiosidades sobre a cidade histórica de Pirenópolis.

10. Pirenópolis é a maior cidade de pedra do Brasil, com diversas formações rochosas que formam cânions, labirintos e pedras com formatos que lembram animais e rostos.

9. Pirenópolis nasceu com o nome de Minas de Nossa Senhora do Rosário devido ao ouro encontrado na região. Porém,  uma enchente carregou metade de sua ponte sobre o Rio das Almas e o vilarejo começou a ficar conhecido como Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte. Tornou-se Pirenópolis em 1890, pelo fato de estar situada entre duas grandes elevações da Serra dos Pireneus, cujo ponto culminante, com 1.385 metros de altura, fica a 18 quilômetros da zona urbana.

8. Pirenópolis, significa “a Cidade dos Pireneus”. Influeência da Serra dos Pireneus que cerca a cidade. Segundo populares, a serra recebeu esse nome devido a quantidade de imigrantes espanhóis e catalães que habitavam a região.

7. A cidade é um dos principais destinos turísticos do estado de Goiás, e conta com atrações como cachoeiras, construções históricas, paisagens formadas por pedras e rochas, parque estadual com trilhas e esportes radicais, gastronomia típica e muito mais.

6. A principal rua de Pirenópolis é a Rua do lazer. A avenida possui diversos bares e restaurantes com dezenas de opções de pratos e bebidas para os turistas.

5. Por volta de 1740, os negros e escravos da cidade eram proibidos de frequentar as “igrejas de brancos”. Então os escravos construiram uma igraja que recebeu trabalhos de entalhes e pinturas em madeira característicos do barroco brasileiro. Depois de algum tempo a igreja foi demolida por não existe condições de mantê-la. Os objetos de decoração foram divididos entre as três igrejas da cidade.

4. A Pedra-de-Pirenópolis é famosa no Brasil todo e é bastante utilizada na construção civil para revestimentos e pisos. As famosas pedras decoram as ruas e casas da cidade.

3. A cidade recebe ao longo do ano grandes festivais de gastronomia, cinema, música e fotografia. Alguns exemplos são o Festival Gastronômico, Flipiri, Canto da Primavera, Piri Jazz Festival, Photopirenópolis e muito mais.

2. Grandes festejos religiosos típicos do estado de Goiás também acontecem em Pirenópolis. Dentre estes destacam-se a Festa do Divino e as Cavalhadas, comemorações religiosas que ocorrem na época de Pentecostes (geralmente entre maio e junho).

1. A cidade sobrevive economicamente principalmente devido ao turismo na região, que recebe todos os anos inúmeros visitantes de todas as partes do Brasil e até mesmo vindos de outros países.

Tags: