10 Deuses e seus poderes da mitologia chinesa

Confira agora os 10 principais Deuses desta mitologia 

A mitologia chinesa é composta de elementos de três religiões diferentes: Confucionismo, Budismo e Taoísmo. Portanto, os deuses sobre os quais falaremos a seguir vêm dessas três religiões, especialmente o taoísmo. Felix Geelong mencionou uma característica especial da mitologia chinesa em seu livro “História da Mitologia”: os deuses (ou panteões) são réplicas da sociedade chinesa. Da mesma forma que a sociedade se organiza, os deuses também se organizam em sua “sociedade” celestial, e suas instituições administrativas são organizadas hierarquicamente.

Confira agora os 10 principais Deuses desta mitologia

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Por: Barbara Zani 

10. Yu-ti ou Augusto de Jade: o Supremo Imperador

Yu-ti ou Augusto de Jade, o Supremo Imperador, reside com sua corte num suntuoso palácio localizado no “andar” superior. Ele é a autoridade máxima, o que quer dizer que todos os outros deuses estão subordinados a ele. Yu-ti, também conhecido como Pai-Céu (Lao-t’ien-yeh) ou simplesmente Imperador de Jade, é o responsável pela criação dos seres humanos. Diz a lenda que o Imperador de Jade fez os seres humanos a partir do barro, tal como muitos outros mitos criacionistas que conhecemos.

9. Lei-kong, o Senhor do Trovão

Segundo a lenda, o Senhor do Trovão só faz o mal para aqueles que cometem crimes. Assim, dá para dizer que Lei-kong é um deus associado ao cumprimento da justiça. Por exemplo: seres humanos que praticaram crimes graves (como assassinato).

8. Cheu-sing: o deus da Longevidade

Em algumas representações, Cheu-sing está segurando um pêssego, símbolo da imortalidade. Em outras, vem rodeado por animais que costumam viver muito tempo, como a tartaruga. A lenda diz que Cheu-sing, isso porque ele mesmo tratou de registrar em tábuas de madeira a data da morte de cada pessoa.

7. Wen T’chang, o deus da Literatura

O deus da Literatura ou do Conhecimento. Foram ao todo 17 vidas para que Augusto de Jade se convencesse dos méritos de Wen para se tornar o Grande Imperador da Literatura.

6. Pi-hia-Yuan-Kiun ou Kuan-Yin: protetora das mulheres e deusa da fertilidade

Filha do Grande Imperador do Pico de Leste, subordinado a Augusto de Jade e responsável por cuidar dos homens na Terra. A deusa da Fertilidade também é conhecida como Princesa das Nuvens Matizadas ou simplesmente Santa Mãe. Tradicionalmente, sua função é proteger as mulheres. Durante os partos, dizem que ela está sempre a postos para garantir a saúde da mãe e do filho que está nascendo.

5. Cai Shen: o deus da Prosperidade

Acredita-se que Cai Shen, pode ajudar uma pessoa a encontrar o caminho da prosperidade na vida. Por isso, costumam-se fazer oferendas a ele. Antigamente, os devotos faziam sacrifícios de animais para homenageá-lo.

4. Os Reis-Dragões: governadores dos mares e controladores das chuvas

Segundo as pesquisas de Félix Guirand, os Reis-Dragões vêm logo abaixo de Augusto de Jade e cada um possui um palácio, chamado Palácio de Cristal, e têm ministros, funcionários e um exército à sua disposição.

3. Amaterasu – A deusa do Sol e do universo

Amaterasu é a deusa do Sol e do universo, e é considerada por muitos a mais importante dos deuses xintoístas. Responsável por trazer luz ao mundo e pela fertilidade, e seu santuário em Ise é o mais importante do Japão.

2. Benzaiten – Deusa da fluidez

Benzaiten, ou Benten, é a deusa de tudo que flui: seja palavras, eloquência ou música. Na imaginação popular, ela também está associada ao amor

1.Sugawara no Michizane – Um kami vingativo

Sugawara no Michizane foi um proeminente poeta e político japonês que foi exilado por seus rivais no ano 901. Pouco tempo depois, ele morreu de forma solitária. Imediatamente após sua morte, Kyoto foi atingida por terríveis relâmpagos e inundações.

Tags: