10 estrelas da música que morreram jovens

Confira a lista com alguns dos maiores nomes do rock mundial que morreram jovens, no auge do sucesso

O dia de hoje, dia 24 de novembro, marca os 30 anos da morte precoce de Freddie Mercury. O cantor, pianista e compositor britânico, conhecido pelo seu trabalho com a banda britânica de rock Queen, que integrou de 1970 até o ano de sua morte, faleceu com apenas 45 anos, em decorrência do vírus HIV. A morte de Freddie foi um grande choque para os fãs e uma enorme perda para o mundo da música, principalmente o rock, porém, infelizmente o cantor não foi o único a perder a vida precocemente dentro da indústria. Um estudo da Universidade John Moores, de Liverpool, concluiu que astros do rock e do pop têm níveis mais altos de mortalidade que outros indivíduos. A conclusão de um dos autores da pesquisa, Mark A. Bellis, é de que a fama e o estilo de vida hedonista não são os únicos fatores determinantes que levaram a morte desses artistas. Segundo o pesquisador, pouco menos da metade de astros e estrelas que morreram prematuramente tiveram experiências traumáticas na infância, como abuso sexual, problemas que podem levar ao abuso de drogas, álcool e suicídio na vida adulta.

O diário do estado preparo uma lista com 10 grandes estrelas da história da música mundial, que infelizmente perderam a vida por diferentes razões.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

10. Amy Winehouse

Amy Winehouse foi salva de morrer de overdose dois anos antes do real óbito  - ACidadeON

Amy Jade Winehouse foi uma cantora, compositora e multi-instrumentista britânica, conhecida por seu poderoso e profundo contralto vocal e por sua mistura eclética de gêneros musicais, incluindo soul, jazz e R&B. A cantora que popularizou o jazz e o soul já anunciava em seu primeiro sucesso, “Rehab”, que se negava a ir para reabilitação. Problemas com álcool e drogas fizeram a artista cancelar shows, se envolver em inúmeras polêmicas e falecer, com apenas 27 anos, em 2011.

9. Jimi Hendrix

A vida de Jimi Hendrix: como o jovem James se tornou o gênio da guitarra ·  Rolling Stone

Em 18 de setembro de 1970, quando tinha apenas 27 anos, o guitarrista foi encontrado inconsciente no apartamento de sua namorada e foi levado para um hospital, onde foi declarado morto. De acordo com os laudos do legista, ele morreu asfixiado pelo próprio vômito, após uma overdose de remédios calmantes e sedativos. Hendrix foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano, ocupando em praticamente todas as listas já publicadas de melhores guitarristas da história, o primeiro lugar, além de ser um dos mais influentes músicos de sua era, em diversos gêneros musicais.

8. Janis Joplin

Janis Joplin ganha nova biografia – Rascunho

Quem também entrou para o “clube dos 27” foi a cantora, compositora e multi-instrumentista norte-americana, considerada a “Rainha do Rock and Roll”, e a maior cantora de rock dos anos 1960. Sua voz rouca e marcante foi um dos símbolos do movimento hippie dos anos 60, mas infelizmente a estrela da artista se apagou, também devido ao uso de drogas, em 1970.

7. Jim Morrison

5 curiosidades sobre Jim Morrison - Blog da 102.3

James “Jim” Douglas Morrison foi um cantor, compositor e poeta norte-americano, mais conhecido como o vocalista da banda de rock The Doors, tendo sido o autor da maior parte das letras da banda. O cantor faleceu em 1971, aos 27 anos, a causa da morte foi listada como “insuficiência cardíaca”, no entanto, a necropsia não foi realizada.

6. Elvis Presley

A causa da morte de Elvis Presley e os últimos momentos dele

Elvis Aaron Presley, também conhecido mononimamente como Elvis, foi um cantor, músico e ator estadunidense. Tido como um dos mais significantes ícones culturais populares do século XX, ele é frequentemente chamado de o Rei do Rock, ou simplesmente “O Rei”. O artista morreu, aos 42 anos de idade, oficialmente por arritmia cardíaca e overdose de medicamentos, em 1977.

5. Ian Curtis

Ian Curtis: Ex-membros do Joy Division desmistificam imagem de depressivo  do vocalista

Ian Kevin Curtis foi um cantor, compositor e poeta britânico, vocalista do grupo Joy Division, do qual foi co-fundador em 1976 na cidade de Manchester. O líder da banda Joy Division revolucionou o rock com suas canções intimistas e letras que falavam de desespero e descontrole. Além de ser epiléptico, o cantor sofria de depressão, e acabou tirando a própria vida quando tinha apenas 23 anos.

4. Brian Jones

Clube dos 27 | Brian Jones - Blog da 102.3

No dia 3 de julho de 1969, o guitarrista e membro fundador dos Rolling Stones encontrado morto no fundo de sua piscina. De acordo com a autópsia, anos de abuso de álcool e drogas aumentaram severamente o tamanho de seu fígado e coração, causando um colapso, aos 27 anos.

3. John Lennon

Morto há 40 anos, John Lennon era apaixonado por futebol e recebia elogios  com a bola nos pés | LANCE!

John Winston Ono Lennon MBE foi um cantor, compositor e ativista da paz britânico que fundou os Beatles, a banda de maior sucesso comercial na história da música popular. O artista foi assassinado por um suposto fã, em 1980, quando tinha apenas 40 anos.

2. Buddy Holly

Buddy Holly – Wikipédia, a enciclopédia livre

Um dos pioneiros do rock and roll nos anos 1950, Buddy Holly, eleito pela Rolling Stone o 14º maior artista de todos os tempos, morreu em 1959, aos 22 anos, vítima de um acidente aéreo.

1. Kurt Cobain

10 curiosidades sobre Kurt Cobain que você - provavelmente - não sabia  [LISTA] · Rolling Stone

Kurt Cobain virou um símbolo da atitude apática e angustiante dos anos 90, suas melodias poderosas e letras poéticas lançaram o Nirvana ao estrelato. Sofrendo de depressão grave e viciado em heroína, o cantor tirou a própria vida, em 5 de abril de 1994, com um tiro de espingarda na cabeça. O termo “Clube dos 27 anos” nasceu deu uma declaração da mãe de Kurt, Wendy Cobain: “Agora, ele se juntou a esse clube estúpido. Eu disse a ele para não entrar.”

Tags: