Jornal Diário do Estado

10 insetos raros

Confira a lista dos insetos mais raros e mais difíceis de serem encontrados no mundo

Por Lígia Saba 

Os insetos são animais invertebrados que estão no mundo a milhões de anos.  São o grupo de animais mais diversificado existente na Terra. Sendo o maior e mais largamente distribuído grupo de animais artrópodes do planeta, os insetos representam mais que 70% de todas espécies de seres vivos descritos. Embora não haja um consenso entre os entomologistas, estima-se que existam de 5 a 30 milhões de espécies viventes de insetos, das quais cerca de 1 milhão já foram catalogadas. Dentre tantas espécies é normal que algumas sejam mais difundidas e mais fáceis de encontrar do que outras, pensando nisso, preparamos uma lisa com 10 dos insetos mais raros do mundo.

10. Grilo-toupeira-europeu (Gryllotalpa gryllotalpa)

Trata-se de um gafanhoto que se especializou em cavar tocas, de modo que suas patas dianteiras se adaptaram para escavar a terra, especialmente no caso das fêmeas. Além de funcionar como abrigo, os buracos cavados permite que os adultos busquem um parceiro com segurança e se alimentem de pequenos seres e de raízes.

9. Gafanhoto Conocephalus Thunbergii

Sua coloração rosa é produzida pelo eritrismo, um gene recessivo. Praticamente nenhuma espécime do gênero Euconocephalus tem essa cor, então encontrar um desses mutantes é uma verdadeira sorte.

8. Besouro Charidotella egregia

Esse besouro é um coleóptero cujas asas têm uma bela cor dourada metálica. Além de sua coloração, outro aspecto peculiar desse besouro é que ele pode adquirir uma cor vermelha intensa em situações de estresse, como uma espécie de aposematismo involuntário.

7. Besouro-girafa (Trachelophorus giraffa)

Seu nome vem do prolongamento da sua cabeça, semelhante ao pescoço de uma girafa. Essa característica é maior nos machos, por se tratar de uma espécie com dimorfismo sexual. Esse “pescoço” não é acidental, pois permite ao besouro-girafa dobrar facilmente as folhas para construir o seu ninho.

6. Mariposa-atlas (Atlas attacus)

A mariposa-atlas ou atlas-gigante é uma mariposa de grandes dimensões da família Saturniidae, encontrada nas florestas tropicais e subtropicais do sudeste asiático, sul da China, comum ao longo do arquipélago malaio, da Tailândia à Indonésia. É considerada o maior lepidóptero do mundo, podendo chegar a  30 centímetros de envergadura.

5. Formiga-panda (Euspinolia militaris)

Esse inseto é uma vespa da família Mutillidae, caracterizada pelos filamentos peludos que recobrem seu corpo. Apesar de sua semelhança com os simpáticos pandas, essa vespa chilena tem um ferrão poderoso.

4. Louva-a-deus-fantasma (Phyllocrania paradoxa)

O pequeno tamanho, o padrão de cores e as pequenas rugas nas laterais permitem que esse inseto se misture com a folhagem com total tranquilidade.

3. Heteropteryx dilatata

Esse bicho-pau é um dos maiores, com a peculiaridade adicional de ser bastante pesado e não se camuflar totalmente como um galho. Na verdade, há um dimorfismo sexual evidente nessa espécie. Os machos são marrons, pequenos e mais parecidos com paus e as fêmeas são maiores, verdes e mais parecidas com folhas.

2. Bocydium globulare

Essa estranha estrutura que sai de sua cabeça cumpre a função de enganar os predadores, já que parecem ser estruturas perigosas .Embora o Bocydium possa ser encontrado em todo o mundo, eles são mais prevalentes na África, América do Norte e do Sul, Ásia e Austrália.

1. Formiga-explosiva (Colobopsis explodens)

Descoberta na selva de Bornéu, essa formiga pertence a um gênero de himenópteros que vivem em árvores, onde as operárias obtêm alimento e abrigo. A espécie Colobopsis explodens, porém, tem uma peculiaridade: seu método de defesa consiste em cair sobre o inimigo e “explodir”. Esse inseto destrói seu próprio corpo para liberar suas entranhas, junto com uma substância tóxica que repele predadores.