10 vencedores do Prêmio Nobel da Paz

Confira a lista dos vencedores e vencedoras das últimas edições do prêmio Nobel da Paz

O prêmio Nobel é uma das principais premiações mundiais para reconhecimento de pessoas que desenvolvem trabalhos, ações e pesquisas em benefício da humanidade. Uma das categorias estabelecidas é o Prêmio Nobel da Paz destinado a pessoas ou instituições responsáveis por ações voltadas para o fim dos conflitos humanitários mundiais. Confira abaixo uma lista com os vencedores e vencedoras das 10 últimas edições do Nobel da Paz.

10.  Ellen Johnson Sirleaf e Leymah Gbowee (Libéria) e Tawakkol Karman (Iêmen)

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

LEIA TAMBÉM

• Cidade de Goiás volta a ser capital nesta segunda-feira, 25• Conheça 10 fatos sobre a vida de Anne Frank• Conheça 10 cidade pré-colombianas na América Latina

Em 2011, segundo as palavras do comitê Nobel, que anunciou a premiação em Oslo, a presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, a ativista Leymah Gbowee, também liberiana, e a jornalista e ativista iemenita Tawakkul Karman se destacaram por suas lutas não violentas pela segurança das mulheres e seus direitos de participação nos processos de paz.

9. União Europeia (UE) 

Em 2012 , a UE recebeu o Prémio Nobel da Paz pelos seus esforços em prol da paz, da reconciliação, da democracia e dos direitos humanos na Europa.

8. Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) 

O anúncio foi feito em 2013 pela Comissão do Nobel, em Oslo, na Noruega, que citou os amplos esforços da entidade para eliminar os arsenais químicos pelo mundo. Thorbjoern Jagland, chefe do comitê, disse que a premiação foi um lembrete para os países com grandes estoques desse tipo de arma, como EUA e Rússia, para que se livrem deles.

7. Malala Yousafzai (Paquistão) e Kailash Satyarthi (Índia)

O indiano Kailash Satyarthi e a paquistanesa Malala Yousafzay receberam o prêmio Nobel da Paz de 2014  por sua luta contra a supressão das crianças e jovens e pelo direito de todos à educação.

6. Quarteto para o diálogo nacional tunisiano

O Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 2015, por sua decisiva contribuição para a construção de uma democracia pluralista no país durante a revolução de 2011, segundo o comitê que entrega a premiação.
5. Juan Manuel Santos
O então presidente colombiano ganhou o prêmio em 20216 por seu compromisso com o fim do conflito armado com a então guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).
4.  Campanha Internacional pela Abolição de Armas Nucleares (ICAN)
A Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (Ican) ganhou o Nobel da Paz de 2017 por seu trabalho em voltar as atenções para as consequências humanitárias catastróficas de qualquer uso de armas nucleares e por seus esforços pioneiros para alcançar um pacto com base na proibição de tais armamentos.
3.  Denis Mukwege e Yazidie Nadia Murad
Denis Mukwege, um ginecologista que trata mulheres estupradas na República Democrática do Congo(RDC), e a ativista yazidi Nadia Murad, de 25 anos, ex-escrava do grupo jihadista Estado Islâmico ganharam ganharam o Prêmio Nobel da Paz 2018 pro trabalharem para acabar com o uso da violência sexual como arma de guerra.
2. Abiy Ahmed
O primeiro-ministro etíope conquistou o Nobel da Paz 2019 por seus esforços para alcançar a paz e a cooperação internacional, em particular por sua iniciativa decisiva para resolver o conflito fronteiriço com a Eritreia.
1. Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA)
(FILES) In this file photo taken on August 15, 2011 Somali people living in nearby camps for Internally Displaced Persons (IDP’s) queue in Mogadishu to receive cooked meals in the courtyard of a Somali Non-governmental organization who is partner with the World Food Program and who serves about 1,000 people daily with rations of cornmeal and vegetable soup. – The World Food Progamme (WPF) wins the 2020 Nobel Peace Prize, the Norwegian Nobel Committee has has announced on October 09, 2020. (Photo by Roberto SCHMIDT / AFP)
Em 2020 o PMA ganhou o prêmio por seus esforços no combate à fome, por sua contribuição para melhorar as condições de paz em áreas afetadas por conflitos e por ter desempenhado um papel de liderança em esforços para prevenir o uso da fome como arma de guerra.
Tags: