26 pessoas mantidas seminuas em cativeiro são resgatadas no Texas

A suspeita do crime começou após um refém escapar do local e gritar a palavra "sequestro" pelas ruas

Policiais da cidade de Houston, no estado do Texas, nos Estados Unidos, libertaram 26 pessoas de uma casa após atenderem a um chamado de sequestro na noite desta quinta-feira, 3. Os reféns estavam seminus, e a principal suspeita das autoridades é que eles eram vítimas de um esquema de tráfico de pessoas.

A suspeita do crime começou após um homem escapar do local e, apenas de cueca, gritar a palavra “sequestro” enquanto corria pelas ruas. Os policiais, então, atenderam ao chamado do homem e foram ao local em que ele afirmou ter sido mantido em cativeiro.

Ao chegar na casa, os oficiais descobriram que, além do rapaz que denunciou o crime, mais 25 pessoas eram mantidas lá. Todos os reféns estavam seminus e apenas uma era mulher. As vítimas não estavam feridas e foram levadas para o ginásio de uma escola local para passar a noite. Eles receberam roupas de vizinhos para se vestir.

Alguns dos resgatados disseram à polícia que estavam no cativeiro por, no máximo, uma semana. Segundo o canal televisivo ABC 13, investigadores disseram que as vítimas foram “capturadas” em Brownsville, também no Texas, e vieram de países como México, Honduras, El Salvador e Cuba.

A principal suspeita dos investigadores é que os resgatados sejam vítimas de um esquema de tráfico de pessoas. Um possível articulador do crime foi detido com um revólver em mãos, informou o site local Houston Chronicle. A polícia informou que está aguardando os funcionários da imigração para iniciar a investigação do caso.

Tags: