95 mil anapolinos devem receber vacina contra gripe

A vacinação contra a gripe começou na última segunda-feira, 17, em Anápolis. A Secretaria Municipal de Saúde informou que 95 mil anapolinos dentro do grupo de risco definido pelo Ministério da Saúde estão aptos para receber a dose da vacina.

Integram o grupo prioritário da campanha pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A campanha anual, realizada desde 1999, vem contribuindo ao longo dos anos para a prevenção da gripe nos grupos vacinados. “A imunização apresenta impacto na redução das internações hospitalares, gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias e mortes evitáveis”, afirma a secretária municipal de saúde, Luzia Cordeiro.

Sobre reações adversas, são necessários alguns esclarecimentos. Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor no local da injeção, eritema e enrijecimento. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

A secretária Luzia Cordeiro destaca que a vacinação é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe em estágios mais grave e de suas complicações, além de ser uma vacina altamente segura e eficaz.

Tags: