Adolescente pode ter sido assassinado por engano durante festa em Ipameri

Ao DE, delegado explica que adolescente morto, de 13 anos, e outra menor também atingida não tinham antecedentes criminais

Uma rixa envolvendo traficantes de drogas pode ter provocado a morte de duas pessoas durante uma festa na zona rural de Ipameri, no sudeste goiano. Neste domingo (10), um jovem de 24 anos e um adolescente, de 13 anos, morreram após serem alvejados por disparos de arma de fogo. Outra menor, de 16 anos, também foi baleada na perna, mas não corre risco de vida.

O jovem tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas e homicídio, já o adolescente não tinha antecedentes criminais e pode ter sido morto por engano. Segundo o delegado Diogo Andrade, a polícia trabalha para prender o suspeito que entrou na festa armado já com o intuito de cometer o crime.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Identificamos um suspeito e estamos em diligências para efetuar a prisão. Ele atirou várias vezes contras as vítimas durante um lual, com o objetivo de tentar matar o suposto rival. Acreditamos que os dois adolescentes foram atingidos por erro do atirador, já que não possuem passagens e ao que tudo indica não tinham envolvimento com drogas”, explicou.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Cadela é resgatada após ficar 10 dias sem comida e água, em Goiânia• PM prende homens suspeitos de balear uma criança de três anos• Goiás tem mais de mil vagas para cursos de qualificação e atividades esportivas

O delegado informou também que vai tentar identificar como os menores conseguiram entrar na festa. O organizador do evento disse à polícia que tinha a autorização necessária para realizar o evento, mas não apresentou os documentos na delegacia.

Tags: