Aferição de temperatura deixa de ser obrigatória em Goiânia

A aferição nos estabelecimentos se torna opcional a partir de hoje (26)

A partir de hoje (26), a aferição de temperatura passa a ser opcional em estabelecimentos públicos e privados em toda Goiânia. De acordo com a Prefeitura de Goiânia a nova medida se dá pela melhora nos índices epidemiológicos na cidade e retorno gradual das atividades econômicas. A aferição de temperatura é uma forma de identificar possíveis contaminados pela Covid-19, pois, acima de 37,8ºC é considerado febre, um sintoma da doença.

Como justificativa para a decisão, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), afirma que o método apresenta uma baixa eficácia “as atividades essenciais e não essenciais (públicas e privadas) poderão facultativamente adotar a aferição da temperatura corporal em seus estabelecimentos, porém a aferição da temperatura não se constitui como recomendação, tampouco obrigatoriedade para triagem”, diz a nota.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O superintendente de Vigilância em Saúde, Yves Mauro Ternes diz que a decisão se baseia também porque nem todos os contaminados apresentam febre “no atual contexto, a aferição tem efetividade científica incerta, já que nem todos os infectados com a Covid-19 vão apresentar febre e, ainda, durante o período de incubação ou quando se está fazendo uso de antitérmicos, eles podem não ser detectados”, conclui.

Apesar da desobrigação da aferição da temperatura, Ternes ressalta que os outros protocolos sanitários  devem ser seguidos:

“pois visam evitar a transmissão do vírus, com orientação clara e constante aos consumidores, clientes, trabalhadores, proprietários e demais pessoas sobre as formas de prevenção, sobretudo a recomendação de que permaneçam em casa se houver qualquer suspeita de síndrome gripal”, diz.

Em Goiânia, vale ressaltar, é obrigatório o uso de máscaras em locais compartilhados desde 2020. Segundo a lei municipal, a multa é de R$ 110 para as pessoas que descumprirem a regra e de R$ 4.705 para os estabelecimentos, onde também é obrigatório o uso do item de segurança.

Testagem

A testagem para identificar o coronavírus ocorre em Goiânia de segunda a sexta-feira em todas as regiões da cidade, a partir das modalidades pedestre, com agendamento, e drive-thru, sem agendamento. Além disso, para as pessoas não assintomáticas, a Prefeitura de Goiânia realiza ações de testagem.

As pessoas com sintomas devem procurar uma unidade de saúde para realização do teste RT-PCR.

Vacinação

Ontem (25) a Prefeitura de Goiânia informou que a vacinação contra a Covid-19 não precisa mais ser agendada. Confira os locais de vacinação aqui. Todos os grupos, incluindo os adolescentes maiores de 12 anos, podem se dirigir a qualquer uma das 61 salas de vacinação de rotina, ofertadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) das 8h da manhã até as 17h, de acordo com o funcionamento da Unidade de Saúde.

Tags: