Agente prisional e vigilantes são indiciados por facilitar fuga de presos

A Polícia Civil de Inhumas divulgou, nesta segunda-feira (29), conclusão do inquérito policial que denunciará três servidores públicos. Eles teriam facilitado a fuga de seis presos no Complexo Prisional do município.

Dos indiciados, um é agente prisional e os outros dois vigilantes penitenciários temporários. “A pena para o agente prisional vai de dois a seis anos, enquanto os vigilantes, varia de três meses a um ano”, explica Humberto Teófilo, titular da Delegacia de Inhumas.

Conforme as investigações, no dia 22 de Outubro de 2016, os presos cerraram as grades das celas e fugiram. Neste dia, os agentes não realizaram a chamada, o que contribuiu com a fuga dos detentos. Eles evadiram em um veículo Honda City, que foi abandonado em seguida. Testemunhas informaram que, logo depois, os homens fugiram em um carro vermelho.

Todos os foragidos, segundo a Polícia, são considerados de “alta periculosidade” e tem passagens por crime como homicídio. Dos foragidos, quatro foram recapturados.

Tags: