Aluno de Ceilândia será jovem embaixador nos EUA

O programa busca promover e valorizar jovens estudantes da rede pública de ensino, transformando-os em modelos para seus colegas

O estudante de ensino médio Leonardo Pereira da Silva Neto, de 17 anos, está entre os 33 brasileiros selecionados para o programa Jovens Embaixadores 2021. Morador de Ceilândia e interessado no conhecimento de idiomas e de culturas diversas, ele conta que acaba de realizar um sonho de longa data.

“Ainda não caiu a ficha. Estou tentando processar”, comemora. “Já tinha tentado uma vez antes e sempre quis o programa. Era uma das minhas metas para o ensino médio”.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O programa Jovens Embaixadores tem o objetivo de valorizar e promover o fortalecimento de educação pública por meio desses jovens, transformando-os em modelos para seus colegas e a comunidade. A iniciativa foi criada em 2002 pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos da América.

No Brasil, o programa é coordenado pela Embaixada dos EUA e tem como alvo estudantes brasileiros do ensino médio na rede pública. Desde 2003, já foram 667 jovens brasileiros participantes do programa, que tem como parceiros o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), as secretarias estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos e empresas da iniciativa privada.
Tags: