Home»Economia»Aneel aprova redução média de 3,9% nas tarifas da Enel Goiás

Para os clientes residenciais, a redução será de 5,08% e para indústrias e comércios de médio e grande porte, a redução será de 2,89%.

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (22) o reajuste tarifário da Enel Distribuição Goiás, com uma redução média a todos os consumidores de 3,9%. O efeito médio para os consumidores de baixa tensão é uma redução de 4,32%, sendo que para os clientes residenciais a queda será de 5,08%. Para os consumidores de média e alta tensão, em geral indústrias e comércios de médio e grande porte, a redução será de 2,89%. A tarifa da companhia está abaixo da média das 54 distribuidoras do país. O reajuste já passa a vigorar a partir de hoje (22).

O item que mais contribuiu para a redução tarifária da Enel Distribuição Goiás foi o custo com pagamento de encargos setoriais. A redução de 6,42% nesses encargos ocorreu devido a quitação antecipada dos empréstimos realizados pelo setor elétrico nos anos de 2013 e 2014 para pagamento das Usinas Termoelétricas que tiveram que produzir energia naquele período intenso de seca, a custos mais elevados.

  Economia

Mesmo com a redução no valor da tarifa, a companhia reitera sobre a importância do consumo consciente pelos clientes. Entre agosto e setembro, Goiás tem apresentado recordes de altas temperaturas e de baixa umidade do ar, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Durante este período de forte calor e seca é muito comum intensificar o uso de equipamentos refrigeradores, como ar condicionado, ventiladores e umidificadores de ar, que aumentam o consumo de energia. Além disso, com as altas temperaturas os eletrodomésticos consomem mais energia impactando no consumo.

Veja abaixo como fica a composição da conta de energia da Enel Distribuição Goiás após a aprovação do reajuste tarifário anual, divulgado hoje (22):

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!