“Antonio Banderas” de Goiânia conta como se reinventou na pandemia

Sósia do autor hollywoodiano passou a compartilhar a vida rural com os seguidores durante o isolamento

Aos 39 anos, Marcos Bello é um modelo e ator brasileiro com uma meta de vida clara: conhecer o ator e diretor espanhol Antonio Banderas. O sonho teve início a partir dos 18 anos de idade, quando ele teve contato com o nome do artista pela primeira vez, na cidade de Brasília.

A referência surgiu assim que ele arrumou um emprego e ouviu de uma colega que ele era muito parecido com o ator:

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Eu nem sabia que ele era, mas pesquisei na internet, vi uma semelhança e deixei o assunto passar”, conta.

Isso porque antes de morar em Brasília, Marcos vivia na cidade em que nascera: Estrela do Indaiá, Minas Gerais, com cerca de 3,5 mil habitantes, a 240 km da capital do estado. Ali, ele nunca havia tido contato com o nome do ator, que passou a fazer parte da sua própria identidade e formou toda sua carreira como artista.

LEIA TAMBÉM

• Homem é preso por atacar vizinha com foice após briga por lixo, em Goiânia• Romário Policarpo é internado com alteração arterial• Goiânia terá internet 5G a partir do dia 16 de agosto

Início da carreira

A vida como sósia brasileiro de Antonio Banderas (o único do país) começou depois que um produtor convidou Marcos para participar de um concurso de Mister, no Panamá. “Ele me viu no shopping e me convidou porque, como era um concurso latino, acreditou que meu perfil tinha boas chances”, explica.

E o produtor estava certo. Em 2012, Marcos participou de seu primeiro concurso e venceu. No entanto, o que mais chamou a atenção não foi a vitória, mas o jeito como isso aconteceu. “Quando me anunciaram como vencedor, chamaram o ‘Antonio Banderas brasileiro’ no palco e eu nem sabia que estavam falando de mim”, lembra Marcos.

A partir daí, ele passou a apostar na carreira como sósia do ator hollywoodiano, o que lhe permitiu o que considera sua maior conquista até então: aparecer na televisão.

Desde 2015, Marcos fez dezenas de aparição na TV, começando com uma participação no programa da Eliana. “Na época eu ganhei muita visibilidade, já saí do programa com contrato para três comerciais. Em 2017, ganhei um concurso de melhor sósia do Brasil do Michael Jackson e da Xuxa e cheguei a ser sondado para A Fazenda, mas não deu certo.”

A carreira, porém, acabou tendo que passar por uma transformação por causa do isolamento forçado pela pandemia de Covid-19.

Antonio Banderas rural

Em 2019, Marcos saiu de Brasília e voltou para Minas Gerais, desta vez para morar em Belo Horizonte. Com a pandemia, porém, a empresa em que trabalhava (Marcos também é administrador de empresas) fechou e ele voltou para o interior, para morar com a mãe.

 

Sósia do ator Antonio Banderas – Foto de arquivo pessoal.

Foi aí, então, que a carreira de sósia ganhou novos tons. Ainda que continue apostando nas semelhanças físicas com Banderas, Marcos passou a compartilhar mais conteúdos sobre sua vida pessoal no interior, o que ajudou na aproximação com seu público.

“Agora é roça, bicho, galinha, sem holofotes e sem glamour”, explica. “O pessoal está podendo ver um outro lado do Marcos, numa essência mais rústica, o que agradou bastante”.

Segundo ele, por conta do número extremamente reduzido de eventos e parceiros comerciais que consegue manter no isolamento, mostrar o lado da simplicidade do cotidiano rural ajudou a melhorar seu engajamento nas redes sociais, o que permitiu que ele passasse a viver inteiramente do trabalho pelo Instagram.

“Comecei a me dedicar e todo dia mostro um pouco mais. Por causa disso, o pessoal manda mensagem dizendo que gosta muito. Até mesmo mães entram em contato comigo pra dizer que as crianças gostam muito de ver a vida rural”.

Sonho vivo

Apesar da mudança, Marcos garante que seu objetivo ainda é o mesmo: conhecer Antonio Banderas e quem sabe gravar com o ator. “Ele já curtiu e até comentou algumas postagens minhas, mas nunca conversamos realmente”, comenta.

Além disso, o modelo e ator destaca que precisa de muito crescimento e suporte para reduzir a distância para Banderas. “Ele é um astro de Hollywood e uma pessoa preparada pelo [Pedro] Almodóvar, um dos maiores produtores do mundo. Pra chegar no nível dele, eu teria que ter uma preparação muito mais completa”.

Mesmo reconhecendo as diferenças, Marcos valoriza os pontos que considera semelhantes com o espanhol. “A Eliana me disse que ele foi o cara mais sensual que ela já entrevistou, com um charme que encanta qualquer mulher”, comenta. “Eu não me considero bonito, mas acho que sou charmoso também, é o que chama atenção em mim”.

 

Tags: