Aparecida: Fiscais interditam bares por aglomeração

Os bares no setor Vila Brasília e Parque Trindade foi interditados e multados por aglomeração e consumido de bebidas alcoólica por menores

Na noite desta sexta-feira (3), as equipes da força-tarefa de fiscalização da Prefeitura de Aparecida de Goiânia realizou mais uma operação para coibir a perturbação do sossego público e aglomerações na cidade. Durante a noite foram visitados 67 estabelecimentos entre bares, restaurantes, distribuidoras e espaços de festa. Ao todo, foram autuados e multados 5 locais por descumprimento das medidas de combate a Covid-19 e falta de alvará de funcionamento. Quatro carros de som automotivos foram apreendidos e três estabelecimentos foram notificados pelo Juizado de Menores por vende de bebida alcoólica a menores de 18 anos.

Segundo a coordenação da força-tarefa, uma bar na Vila Brasília foi multado em quase R$ 1O mil por descumprir a licença temporária para funcionamento ao promover evento e aglomeração de pessoas. No local havia 74 após 23h30, sendo que é permitido apenas 55 a noite. As pessoas que estavam no evento foram dispensadas.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“A licença liberada era para funcionar temporariamente como bar e restaurante, mas os proprietários descumpriram o documento realizando uma festa com som mecânico e show ao vivo, o que não é permitido pelas portarias Municipais. Os fiscais da Semma e de Posturas interditaram o estabelecimento por tempo indeterminado e aplicaram 5 tipos de multas totalizando quase R$ 10 mil”, informou o coordenador da força-tarefa, Davi Lorero.

LEIA TAMBÉM

• Goiânia e Aparecida ofertam quase 2 mil vagas de emprego• Vacinação contra Covid-19 segue nesta semana em Goiânia e Aparecida• Escolas do Futuro ofertam quase 4 mil cursos profissionalizantes em três cidades; confira

No Parque Trindade, outro bar foi multado em R$ 13,4 mil e interditado por não cumprir ordens das portarias estabelecidas pelo município para combater a transmissão da Covid-19. No local havia aglomeração de pessoas, sendo que nenhuma delas usava máscara de proteção facial. O Juizado de Menores também esteve presente no local e notificou o proprietário do bar por venda e consumo de bebida alcoólica por menores de 18 anos.

A força-tarefa é formada por fiscais das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, agentes da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal (GCM). Nesta ação estão presentes também agentes do Juizado de Menores.

Feriado

O sub-coordenador da força-tarefa, Delazaro Gomes enfatizou que devido ao feriado de 7 de setembro, a ação fiscalizatória foi intensificada com o objetivo de coibir o descumprimento das regras e portarias vigentes no município. Ao todo serão mais de 20 viaturas de várias secretarias atuando durante as noites e madrugadas, períodos onde há maior concentração de irregularidades. Mais de 50 servidores entre fiscais da secretaria de Meio Ambiente, Planejamento e Regulação Urbana, Vigilância Sanitária e Guarda Civil Municipal atuarão exclusivamente na repressão de aglomerações e festas clandestinas.

Tags: