Aparição de peixe venenoso em Noronha preocupa especialistas

Os peixes-leão podem machucar humanos além de causar o desaparecimento de espécies que só existem na região de Noronha

No último sábado (28), foi encontrado o quarto peixe-leão em Fernando de Noronha. Essa espécie além de venenosa para seres humanos, pode causar prejuízos a fauna local, e sua crescente presença na região causa preocupações á especialistas.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está monitorando as aparições dos animais, o instituto também está treinando mergulhadores locais para recolher os animais, e estudando outras formas de contenção da reprodução.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O Pterois Volitans, mais conhecido como Peixe-Leão, é uma espécie nativa do Oceano Índico-Pacífico que chegou ao Caribe nos anos 90, por introdução humana acidental. Essa espécie é adaptável e capaz de sobreviver em diversos habitats, inclusive em águas turvas e salobras, o que fez com que essa espécie se espalhasse rapidamente na região caribenha e criasse uma população quase doze vezes maior lá do que no seu local de origem.

LEIA TAMBÉM

• Embarcação naufraga e cinco tripulantes estão desaparecidos, em Recife• Vídeo: criança é mordida por tubarão, em Fernando de Noronha• 10 informações curiosas Pantanal Mato-Grossense

Segundo o ICMBio, já era esperado que a espécie chegasse ao Brasil, o Peixe-Leão causa grande preocupação pois pode atrapalhar o equilíbrio da biodiversidade de Noronha, já que eles se alimentam de espécies que só existem naquela região e isso eventualmente pode causar o desaparecimento dessas espécies. Além disso a pesca também séria atingida pela proliferação do Peixe-Leão, já que eles se alimentam de peixes pequenos, que servem de alimento para peixes maiores.

Tags: