Após mortes em naufrágio, Prefeitura de Rio Verde decreta luto oficial

Acidente fez vítimas cinco uma mesma família, no Mato Grosso do Sul

A prefeitura de Rio Verde decretou luto oficial de três dias pela morte de cinco moradores que faleceram no acidente com o barco-hotel, nesta sexta-feira (15), no Rio Paraguai, região do Pantanal, no Mato Grosso do Sul.

O decreto cita cinco vítimas que moravam em Rio Verde. Entre elas, Geraldo Alves de Sousa, conhecido como Geraldo Bilú, que foi vereador, membro da Loja Maçônica Estrela Rio-Verdense e presidente do Sindicato Rural da cidade. No documento, são lembrados também Olímpio Alves de Sousa, irmão de Geraldo; Fernando Gomes de Oliveira, genro de Geraldo; o neto dele, Thiago Souza Gomes; além de Fernando Rodrigues Leão.

Leia o decreto da prefeitura de Rio Verde na íntegra: 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Barco-hotel naufragado

O luto oficial vem após naufrágio que aconteceu a cerca de 5 km do Porto Geral de Corumbá-MS, segundo a Marinha. A embarcação de turistas, Carcará, não suportou uma forte ventania e naufragou.

Havia 25 pessoas na embarcação e 14 foram resgatadas.  O Corpo de Bombeiros e a Marinha encontraram os corpos de seis vítimas, duas na sexta-feira (15) e quatro hoje (16), pela manhã. As equipes continuam no local, buscando uma pessoa ainda desaparecida. 

Ontem, a Defesa Civil do Mato Grosso do Sul emitiu alerta de tempestade para a região, com ventos intensos e granizo.

Tags: