Associação Goiana de Municípios reforça pedido de ajuda ao Governo Federal

O presidente da AGM, Paulo Sérgio, afirma que "prefeitos goianos estão preocupados"

O presidente da Associação Goiana de Municípios, Paulo Sérgio (Paulinho), conversou com nossa redação e voltou a pedir ajuda federal aos municípios devido à crise gerada pela pandemia do coronavírus.

Paulinho afirmou que os prefeitos tiveram queda de mais de 30% em suas receitas e continuam sem perspectiva de ajuda do governo federal. O presidente relatou que a maioria dos prefeitos já vinha enfrentando dificuldades no orçamento e tudo piorou com o coronavírus. “As demandas continuam no município. O prefeito precisa cuidar da saúde, pagar a folha, tapar buracos e as receitas diminuíram muito”, explica.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Paulinho ressalta que devido o momento que vivemos, as contribuições nas prefeituras também diminuíram: “as pessoas estão numa crise econômica, isso diminuiu o repasse, mas temos que cuidar da cidade. A prefeitura é como nossa casa, você tem um orçamento para comprar um carro, mas vem um vendaval e derruba seu telhado, você precisa ir lá e resolver o problema”.

 

Assista entrevista completa: