Athletico-PR vence o Bragantino e fatura bicampeonato da Sul-Americana

Em solo uruguaio, Furacão se torna o primeiro brasileiro a ganhar duas vezes o torneio

O Athletico Paranaense fez história na final da Copa Sul-Americana de 2021. No Estádio Centenário, na capital uruguaia, o Furacão venceu o Red Bull Bragantino por 1×0 e se tornou o primeiro time brasileiro a ganhar duas vezes o torneio continental. Com o título assegurado, o Athletico se juntou aos gigantes argentinos Boca Juniors e Independiente, que também possuem duas taças da Sula.

Decisão brasileira na Sul-Americana

O confronto que decidiu o troféu da Sul-Americana de 2021 não foi muito emocionante. Nas arquibancadas, a Conmebol, organizadora da competição, amargou o pior público de uma final do campeonato até hoje. Com 6.173 torcedores presentes para prestigiar a partida, os times pouco corresponderam em campo. O Red Bull Bragantino começou atacando um pouco mais, em busca de uma conquista que teria sido a maior de toda a sua história. Com o passar do tempo, porém, o Athletico Paranaense passou a dominar as ações.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Na marca dos 28 minutos, David Terans finalizou cruzado e o goleiro Cleiton fez grande defesa. No rebote, Nikão aplicou um belo voleio; a bola ainda bateu na trave antes de entrar. A partir dali, o Furacão somente administrou o resultado, conseguindo impedir os avanços dos paulistas. Os paranaenses foram para o intervalo com a vantagem, e assim permaneceram durante a segunda etapa. Nos minutos finais, o Massa Bruta se lançou completamente ao ataque, mas era tarde demais. 1×0 na conta e mais um caneco para o Athletico.

Feito histórico em Montevidéu

É a terceira vez que uma equipe consegue o bicampeonato da Sul-Americana. Tendo vencido em 2018, o Athletico Paranaense levantou a sua segunda taça, se tornando o primeiro brasileiro a conseguir tal feito. Além disso, o time ganhou 11 jogos durante a sua trajetória nesta edição, a melhor campanha de um clube na competição. Com o troféu assegurado, o Furacão disputará a Recopa Sul-Americana do ano que vem diante do vencedor da Libertadores de 2021, que será disputada entre Flamengo e Palmeiras. Os paranaenses tentarão a conquista inédita, já que na Recopa de 2019 foram superados pelo River Plate.

Tags: