Home»Cotidiano»Bebê morre após ser supostamente espancada pela madrasta, em Goiânia

A suspeita afirma que criança caiu da cama.

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

Na manhã desta segunda-feira (9), um bebê de 1 ano que foi supostamente espancada pela madrasta em Anápolis morreu. A criança estava internada no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

A suspeita prestou depoimento na Polícia Civil e afirma que a menina caiu da cama.Os pais da criança, Edmilson Lima Pinto Martins, de 24 anos, e Lauriene Silva Martins Pinto, de 22, aguardam laudo do Instituto Médico Legal (IML), para identificar a causa da morte.

Segundo a conselheira tutelar de Goiânia que atua no caso, Roselei Monteiro, que o Conselho Tutelar vai ajudar a família no velório e sepultamento da criança. Os pais ainda não escolheram o local e horário. Segundo ela, trabalha em conjunto com a Polícia Civil (PC) de Anápolis na investigação do caso.

O próprio pai relatou ao conselho tutelar que não acredita na versão da namorada e que recebeu uma ligação dela dizendo que a criança tinha caído da cama. A linha investigativa seguida pelo Conselho Tutelar, segundo Rose, é a mesma sugerida pelos médicos: suposto espancamento

Roselei conta que o pai da criança tem um relacionamento recente, de apenas quatro meses, com a namorada e que, no dia em que a bebê se machucou, quarta-feira (4/9), foi a primeira vez que a criança dormiu sozinha com os dois. O caso foi registrado na Delegacia de Proteção à Criança de Goiânia.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!