Bolsonaro deixa hospital após 4 dias internado

O presidente seguiu para Brasília onde deve ter uma reunião com o ministro da Saúde sobre ''nova cloroquina''

Após apresentar estado de melhora clínico, o presidente Jair Bolsonaro recebeu alta e deixou o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, na manhã desde domingo (18). Ao sair da unidade, sem usar máscara, Bolsonaro falou com a imprensa.

O presidente deve seguir a partir de agora um tratamento ambulatorial, segundo nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação. “Espero, em 10 dias, estar comendo um churrasquinho de costela”, brincou Bolsonaro, ao sair do hospital. A nota também informou que o presidente será acompanhado por um equipe médica assistente.

Segundo o cirurgião Antônio Luiz Macedo, que acompanha o presidente desde a facada em 2018, Bolsonaro terá que seguir uma dieta balanceada e rotina de exercícios para evitar novo quadro de oclusão no aparelho digestivo.

O presidente disse que dificilmente seguirá a dieta. ”Eu não sou exemplo para ninguém”, afirmou.

Nova ”cloroquina”

O presidente anunciou que já nesta segunda (19) irá se reunir com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para tratar de novo um remédio sem eficácia comprovada no tratamento contra a Covid-19, uma nova espécie de ”Nova Cloroquina”.

“Tive acesso a estudos do CDC, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, sobre a proxalutamina”, disse o presidente. O estudo será apresentado a Queiroga.

“[A proxalutamina] já existe no mercado, ainda sem forma legal e comprovação científica, mas tem curado pessoas com Covid”, destacou. “Vamos fazer um estudo disso aí e apresentar. Nós temos que tentar, como já sempre disse. Na guerra do Pacífico, não tinha sangue para os soldados, e resolveram botar água de coco e deu certo”, acrescentou.

Tags: