Jornal Diário do Estado

Bombeiros goianos relatam dificuldades durante buscas para encontrar vítimas em Recife

Desde o dia 25 de maio, ao menos 122 pessoas morreram nas enchentes que castigaram a cidade. Bombeiros procuram pessoas soterradas

Os deslizamentos causados pelas chuvas no Grande Recife mataram pelo menos 122 pessoas desde o dia 25 de maio. Ao que tudo indica, as buscas pelas vítimas da tragédia está chegando ao fim. Em entrevista ao Diário do Estado, o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBGO), Coronel Washington Luiz Vaz, um dos cinco bombeiros goianos enviados a cidade, disse que as equipes agora estão voltadas para encontrar apenas mais uma vítima que foi soterrada.

Desde o dia em que chegaram ao local, a corporação têm enfrentado desafios, como chuvas que acabam suspendendo as buscas, além dos terrenos desconhecidos e argilosos. Porém, o maior desafio é ter que lidar com o sofrimento de famílias que perderam entes queridos.

“Participar de uma operação assim é emocionante e muito gratificante, poder auxiliar as famílias minimizando a sua dor através das nossas ações de busca e salvamento, proporcionando um último encontro mesmo que seja de despedida. Porém, a saudade da família também aperta nestas horas, ficar longe assim não é fácil”, contou.

Washington diz que a saudade e o cansaço são recompensados pela própria população local, que fornece abrigo e comida para os bombeiros mesmo estando passando por momentos difíceis. Entretanto, eles temem que novas enchentes possam acontecer.

“Uma família abriu sua casa mesmo nestas condições, deixou que todos envolvidos no resgate usem a sua casa para descanso, alimentação, hidratação e até nos fornecem alimento, água, café e muita atenção e motivação. No dia que chegamos na área onde estamos, os cães indicaram como positivo um local. Ou seja, eles informaram que a vítimas nesta localidade. Estamos realizando a intervenção na área de deslizamento, removendo a massa de terra que e muito extensa. As buscas estão sendo feitas com cães, técnicas de sondagem no solo e intervenção na área deslizada”, disse.

Vítimas

O Corpo de Bombeiros localizou, na manhã desta quinta-feira (2), mais duas vítimas dos temporais em Pernambuco. Os resgates foram realizados na Vila dos Milagres e no Curado, na zona sul de Recife. A corporação já havia localizado outros cinco corpos de vítimas na quarta-feira (1º), nas cidades de Limoeiro, Jabotão e a capital Recife. Com o total de 122 mortes, a tragédia já é a maior registrada no estado de Pernambuco. As buscas por desaparecidos em deslizamentos continuam na Vila dos Milagres, no Curado IV e na comunidade do Areeiro, em Camaragibe.