Brasil assina acordo internacional contra o aborto

Declaração de Genebra, como foi chamado, reafirma posicionamento de países

Brasil, Estados Unidos e outros quatro países com lideranças conservadoras assinaram uma declaração contra políticas que promovem acesso ao aborto.

O documento, chamado “Declaração de Genebra”, foi assinado nesta quinta-feira, dia 22, em Washington, nos Estados Unidos. A delação não obriga nenhum país a adotar qualquer lei, mas é uma maneira de Brasil, EUA, Hungria, Egito, Uganda e Indonésia reafirmarem seus princípios.

O documento enfatiza direitos iguais entre homens e mulheres, e a divisão igualitária das responsabilidades familiares entre os sexos, para o bem estar da família. Participaram da cerimônia do acordo a ministra Damares Alves e o ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores.

Outros 25 países também assinaram um documento que se opõe à atuação da Organização das Nações Unidas no mundo.

Tags: