Jornal Diário do Estado

Caiado autoriza obra do novo Cavalhódromo de Pirenópolis

Com investimentos iniciais de R$ 30 milhões, espaço de eventos será demolido e reestruturado. Matriz de Nossa Senhora do Rosário também recebeu dois novos sinos, oriundos de aporte de R$ 89 mil do Tesouro Estadual

“Vamos derrubar tudo e, agora sim, fazer uma obra que seja compatível com Pirenópolis, que é uma referência das Cavalhadas não só em Goiás, mas em todo o Brasil”, determinou o governador Ronaldo Caiado, em visita ao Cavalhódromo de Pirenópolis, neste sábado, 07, durante as comemorações pelos 296 anos do município.

O Governo de Goiás vai investir, inicialmente, R$ 30 milhões para execução de um novo projeto.

De acordo com o chefe do Executivo goiano, após análise de engenheiros especialistas, foi constatado que a estrutura atual do Cavalhódromo está defasada, enferrujando e não comporta a quantidade de pessoas que participam dos eventos realizados no local.

“Aplicando corretamente o dinheiro público, nós vamos construir algo novo, que seja de qualidade e que possa prevalecer pelo menos pelos próximos 100 anos”, destacou Caiado, que na ocasião estava acompanhado pelo vice-governador, Daniel Vilela.

NOVO CAVALHÓDROMO DE PIRENÓPOLIS

O projeto do novo Cavalhódromo prevê a construção de três entradas, uma para os cristãos, outra para os mouros e outra para os mascarados. A proposta é de que ele não seja utilizado somente durante as Cavalhadas, mas sim como um equipamento público completo, onde as pessoas poderão visitar durante todo o ano e a obra será finalizada.

“Hoje a gente trouxe vários pacotes de entrega para cá. Estou muito feliz por estar aqui em todas as entregas”, disse o secretário da Retomada, César Moura. “Cultura não é gasto, é investimento”, resumiu a titular da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Yara Nunes.

IGREJA MATRIZ DO ROSÁRIO

Durante agenda pelo município, o governador Ronaldo Caiado inaugurou ainda dois novos sinos para a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário. O Governo de Goiás, por meio da Secult, adquiriu os objetos, similares aos dois destruídos em 2002, quando a igreja sofreu um incêndio.

Para trazer de volta as tradicionais badaladas dos sinos à cidade, foi realizado um minucioso trabalho de pesquisa e resgate histórico, para que os novos sinos se aproximassem dos originais. Os objetos pesam 295 quilos e 72 quilos, respectivamente, e foram banhados com bronze dos sinos originais. O investimento do Tesouro Estadual foi de R$ 89 mil.

O governador Ronaldo Caiado diz ter feito questão que o projeto dos sinos fosse preservado, para manter a essência da Igreja. “Não podemos desfigurar a cidade de Pirenópolis. As obras têm que ser construídas dentro do traço arquitetônico que é da cidade”, afirmou.

“Tenho certeza de que todos os pirenopolinos estão muito felizes com mais esse presente no dia do aniversário”, ressaltou o prefeito do município, Nivaldo Melo. “Temos a responsabilidade de passar para a próxima geração, preservando a nossa história, a cultura, as tradições e sobretudo a arquitetura da nossa cidade”, finalizou.

O pároco da cidade, Padre Augusto Gonçalves abençoou os novos sinos e agradeceu Caiado pela aquisição. “O governador não mediu esforços para que nesta celebração dos 296 anos de nossa cidade a igreja recebesse essa grande graça que são esses dois sinos”, celebrou.

INCÊNDIO

Há 21 anos, na madrugada de 5 de setembro de 2002, a Matriz foi quase destruída por um incêndio, e os sinos acabaram derretidos pelo fogo intenso que tomou conta do local. Quatro anos depois, a igreja foi restaurada e ganhou dois sinos, que vieram de Minas Gerais, mas pouco tempo depois eles racharam.

A restauração dos sinos foi anunciada pelo governador Ronaldo Caiado em junho de 2022, durante as celebrações da Festa do Divino Espírito Santo, em Pirenópolis.