Caiado diz que PMs se excederam em agressão contra advogado

O advogado foi agredido por policiais militares na quarta-feira (21) enquanto tentava ajudar um morador de rua

Em entrevista coletiva na Secretária de Estado da Educação de Goiás (Sedu), o governo de Goiás, Ronaldo Caiado, falou sobre a agressão cometida por policiais militares contra um advogado na manhã desta quinta-feira (22) .Para o governador, os policias se excederam ao abordar o advogado. ”Todo procedimento tem um protocolo.
Nós não aceitaremos nada que extrapole os protocolos que são muito bem definidos, tanto pela nossa Polícia Militar, e pela nossa Polícia Civil. Pessoas que extrapolam aquelas determinações da polícia, vocês sabem que nós não admitimos.” afirmou o governador.

Segundo Caiado, todas as providências necessárias para averiguar o caso foram tomadas pela Polícia Militar de Goiás. ”Ninguém aqui aceita quem quer seja extrapolar os seus limites, é pra isso que nós seguimos protocolos. ”

O governo ainda afirmou que a Polícia Militar de Goiás é referência nacional, e que situações semelhantes não serão aceitadas no Estado . ”Polícia Militar de Goiás é reconhecida como uma polícia referência nacional. Esses excessos eles não serão admitidos de maneira alguma, nem pelo governador, nem pelo comando da PM, nem pelo secretário de segurança pública.”

Relembre o caso

O advogado Orcelio Ferreira Silverio Junior foi agredido por policias militares enquanto tentava ajudar um morador de rua que também era agredido na tarde desta quarta-feira, na Avenida Anhanguera, na Praça da Bíblica, em Goiânia.

Vídeos da agressão foram gravados por pessoas que passavam pelo local e viram a cena. O advogado afirmou que foi ainda foi agredido no pátio da Delegacia da Polícia Militar.

Em nota, a SSP-GO afirmou que o policial foi afastado e será investigado pelo crime.

Tags: