Caiado garante doação de terreno para construção de Hospital do Câncer

Unidade faz parte de uma ampla reformulação da assistência em Saúde em Goiás. Doação do terreno foi viabilizada nesta quarta,29

O governador Ronaldo Caiado viabilizou nesta quarta-feira, 29, a doação do terreno onde será construído o hospital do câncer, em Goiânia. A unidade de saúde será referência em atendimento clínico e cirúrgico, além de quimioterapia, radioterapia e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) especializada.

A doação ocorreu após visita do governador ao Palácio do Planalto, em Brasília, nesta quarta-feira, 29. A área é de 17 hectares que pertencia à Embrapa. A conquista do espaço é resultado de um longo trabalho de busca por um local que pudesse receber uma estrutura capaz de atender pacientes de oncologia infantil.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Agora, Caiado conta com apoio de deputados e senadores, por meio da destinação de emendas, para agilizar a construção do Complexo Hospitalar Oncológico. A unidade faz parte de uma ampla reformulação da assistência em Saúde em Goiás, iniciada com a regionalização da rede estadual, com abertura de policlínicas e hospitais regionais.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, literatura ganha impulso com redes sociais e adaptações de TV e cinema• Pai de ex-BBB morre em acidente de trânsito neste sábado, 13, em Goiás• Goiânia recebe feira de discos de vinil, com muita música e várias atrações

“Vai ser algo que vai mudar o perfil da Saúde no Estado de Goiás. As crianças que estiverem lá para serem tratadas vão ter a companhia dos pais. Para isso, haverá alojamentos qualificados”, reforçou Caiado.

O terreno está localizado próximo à BR-153 e à Ceasa. A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, neste ano, a Lei municipal nº 10.784, que isenta o Governo de Goiás da cobrança de impostos para a transferência do terreno.

Rede oncológica

A rede estadual para tratamento oncológico foi iniciada com a implantação, neste mês, em uma ala do Hospital Estadual do Centro-Norte (HCN), em Uruaçu. Conforme dados da Secretaria de Saúde, o HCN conta com 36 leitos de internação e 22 poltronas para a realização de até 750 sessões de quimioterapia mensalmente.

A unidade também recebe demanda clínica e cirúrgica, com estrutura de centro cirúrgico e UTI’s. O atendimento prevê oncológica do aparelho digestivo, urologia, proctologia, dermatologia, pneumologia e ainda, serviço de quimioterapia. A regulação é de responsabilidade do Complexo Regulador Estadual (CRE).

Também está em fase de implantação a unidade de transplantes do Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG), que contará com estrutura moderna em uma área de 644 m², e terá um total de 32 leitos, sendo seis exclusivos para transplante de medula óssea.

Após a inauguração, e credenciamento do novo serviço pelo Ministério da Saúde, o Serviço de Transplante de Medula Óssea do HGG terá a capacidade de realizar no mínimo seis transplantes por mês (transplante autólogo), além do atendimento ambulatorial de 45 pacientes por mês.

Tags: