Jornal Diário do Estado

Caiado oficializa instalação da multinacional chinesa WeiChai, em Itumbiara

Empresa de motores anuncia projeto de exportação para toda a América Latina, a partir de Goiás

A gigante chinesa WeiChai Holding Group, líder mundial na fabricação de motores e máquinas agrícolas, iniciou o processo de instalação de sua primeira unidade na América Latina, em Itumbiara, na região Sul de Goiás. O governador Ronaldo Caiado oficializou a chegada da multinacional nesta quinta-feira (08/02), após liderar uma série de negociações desde setembro de 2023. A indústria é a primeira de um total de seis grandes empresas do país asiático que devem se estabelecer no estado.

O governador ressaltou o impacto internacional da chegada da indústria em Goiás, que também é a quarta maior produtora de ônibus e caminhões da China. “Itumbiara passa a oferecer a capacidade produtiva e de expansão tecnológica dessa grande empresa para a América Latina toda. É algo que muda o conceito da cidade”, salientou o chefe do Executivo goiano. “Não existe avanço sem tecnologia, pesquisa e inovação. É isso que a China está mostrando para o mundo”, continuou Caiado.

A instalação da WeiChai conta com apoio da Stemac Grupos Geradores, indústria brasileira que atualmente importa os motores da multinacional chinesa. Com a parceria, a Stemac disponibiliza parte de suas instalações para a construção de um centro de montagem e distribuição dos motores da empresa asiática, o que vai representar significativa redução de custo e otimização da fabricação de geradores. A indústria também vai garantir assistência técnica e peças de reposição. “A chegada da WeiChai é um marco para o desenvolvimento industrial de Goiás. 88 dias depois que a comitiva do governo esteve na China, a WeiChai já é uma realidade em nosso estado”, ressaltou a coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado.

Em um segundo momento, a expectativa é iniciar a fabricação 100% local dos motores, com vistas ao abastecimento do mercado brasileiro e de outros países. O projeto executivo está em fase de elaboração. “Essa nova fábrica será uma porta de entrada para produtos da Weichai na América Latina. Ela vai abastecer segmentos importantes como a mineração, agricultura, embarcações e outros maquinários”, explicou o secretário da Indústria e Comércio, Joel Sant’Anna Braga Filho.

O presidente da Stemac, João Luiz Buneder, comemorou o feito histórico. “Foi um grande esforço conjunto. Estamos celebrando uma etapa que representa a grandeza da industrialização no estado de Goiás”, destacou. “Hoje essa luta avança depois de um bom tempo de debates. Esse trabalho todo dependia de tratativas difíceis e o governador Ronaldo Caiado conseguiu que elas fossem feitas”, ressaltou o prefeito Dione Araújo.

Atuação global

A WeiChai faz parte do grupo Shandong Heavy Industry, principal produtor de equipamentos industriais da China, detentor de marcas como Baudouin Moteurs, PSI, Sinotruk, entre outras. Ao todo, a WeiChai possui 100 mil funcionários e fatura cerca de US$ 52 bilhões por ano com a comercialização de seus produtos em mais de 150 países. A multinacional também é proprietária das marcas italianas Ferretti, de iates, e Lovol, de máquinas de construção e equipamentos agrícolas.

Tratativas

As tratativas iniciaram em setembro de 2023, quando uma comitiva da WeiChai e da Stemac foi recebida no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. O acordo foi consolidado pelo governador durante missão à China, em novembro, que também garantiu a instalação em Itumbiara da Chint Power, multinacional de energia renovável, e de outras quatro indústrias no estado. “É inédito isso. Uma missão que vai a um país e consegue, em quatro meses, ter resultados concretos. Itumbiara vai ser uma referência no mundo nessa área”, afirmou Caiado.

O vice-presidente da WeiChai, Guo Shan Gan, pontuou a importância da condução das tratativas pela gestão gestual. “O governador apresentou as políticas de atrativos fiscais para a empresa, e decidimos colocar nossos pés em solo brasileiro”, salientou Gan, que veio ao Brasil para o anúncio da instalação. Também participaram do evento secretários de Estado; vereadores; prefeitos; deputados estaduais e representantes de entidades de classe, como a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg).