Cantor acusa vocalista do Molejo, Anderson Leonardo, de estupro

O MC Maylon, que denunciou Anderson à polícia, afirma ter sido agredido por mais de uma hora

Nesta quarta-feira, 3, o cantor e dançarino Maycon Douglas Pinto de Nascimento Adão, o MC Maylon, de 21 anos, denunciou à polícia ter sido estuprado pelo vocalista do grupo de pagode Molejo, Anderson Leonardo. Segundo Maylon, o crime aconteceu em dezembro do ano passado em um hotel na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com MC Maylon, ele teria se encontrado com Anderson para uma reunião. Entretanto, quando estavam no carro a caminho da reunião, o cantor teria mudado o destino, levando Maylon para o hotel sem consentimento.

Ainda segundo o MC, ele foi estuprado e agredido fisicamente e verbalmente por mais de uma hora. Em um vídeo publicado nas redes sociais, Maylon contou que seu sonho era casar virgem. Por esse motivo, ele foi ainda mais agredido verbalmente por Anderson, que, segundo Maylon, destruiu o seu sonho. “Dentro do hotel ele falou pra mim: você tem cara de puta, de prostituta, jamais achava que você era virgem com essas roupas.”, contou Maylon em vídeo.

Por meio do desabafo, o cantor também incentivou mulheres e homossexuais a denunciarem casos de abuso. “É muito triste, mulheres, gays, não deixem ninguém fazer isso com vocês, vocês são fortes. Eu não vou deixar o Anderson Leonardo acabar com meu sonho, minha vida e minha carreira. (…) Não fiquem com medo, denunciem.”, afirmou Maylon.

Em nota, a assessoria de Anderson Leonardo disse que “os fatos publicados não são verdadeiros” e que “em mais de 30 anos de vida pública, jamais tivera seu nome ligado a qualquer ato criminoso ou que viesse a desabonar ou macular a sua imagem e carreira, seja de sua vida profissional ou pessoal”.

Tags: