Jornal Diário do Estado

Casa de acolhimento em Posse e investigada por tortura e maus-tratos a criança e adolescentes

Polícia civil iniciou a operação “Criança Esperança” e cumpriu mandados de busca e apreensão em casas de acolhimento

Na última sexta-feira, 27, A equipe da Delegacia de Polícia de Posse, com apoio da Delegacia de Polícia de Iaciara, iniciou a operação “Criança Esperança” e cumpriu mandados de busca e apreensão em casas de acolhimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

De acordo com a Polícia civil uma pessoa foi presa. A investigação apura a ocorrência dos crimes de tortura, maus-tratos, prevaricação e aborto.

Segundo testemunhas, as crianças e os adolescentes eram submetidos a castigos físicos e ficavam presas por dias em um quarto escuro para que se comportassem melhor, além de serem privadas de alimentação básica como forma de punição por mal comportamento. Elas eram privadas de ter acesso a assistência médica, e de atividades de cunho social.

A PC cumpriu um mandado de prisão e de apreensão na casa da responsável pela direção da casa de acolhimento. A suspeita foi afastada das suas funções na casa de acolhimento e encaminhada ao presidio municipal.