Jornal Diário do Estado

Casal morto durante invasão à fazenda de Leonardo tinha passagens por tráfico e homicídio

Valmir Quintino e Kathly Lucas Machado faziam parte do grupo que entrou na Talismã, fazenda do cantor Leonardo. Eles adentraram o local com três veículos e um avião carregado com 420 kg de pasta base de cocaína

O casal que morreu durante confronto com a polícia após a invasão na fazenda do sertanejo Leonardo, na última sexta-feira, 10, residia em Goiás e tinha passagens por tráfico de drogas e homicídio.

Valmir Quintino e Kathly Lucas Machado faziam parte do grupo que entrou na Talismã, fazenda do cantor Leonardo, que fica localizada em Jussara, na região noroeste de Goiás. Eles adentraram o local com três veículos e um avião carregado com 420 kg de pasta base de cocaína.

Os corpos deles foram identificados e encaminhados para o Instituo Médico Legal (IML) de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem usava um documento falso no momento em que foi morto, e teve a identidade verdadeira descoberta dias depois.

Conforme relatado pela PM, Kathly, de 48 anos, é natural de Araguaína, no Tocantins, e Valmir é natural de Goiânia. No entanto, na identidade falsa usada por ele, mostra que ele é natural de Patos, na Paraíba.

“Ele é de Goiânia mesmo. Ela é de Tocantins, mas tem muitos anos que ela mora aqui no estado de Goiás. Inclusive, o mandado de prisão dela, os processos dela, são todos de Goiás”, informou o major da PM, Marcos Hosokawa.

Avião pousa com 420 kg de cocaína em fazenda de Leonardo

Um avião com quase meia tonelada de pasta base de cocaína pousou na fazenda do cantor Leonardo, em Jussara, localizado a Noroeste do Estado de Goiás, nesta sexta-feira, 10. De acordo com a Polícia Militar do estado (PMGO), ao tentarem fugir do local houve um confronto com os suspeitos resultando na morte de dois deles. Eles chegaram a ser socorridos, porém não resistiram aos ferimentos e morreram. Um terceiro fugiu para região de mata.

A assessoria do Leonardo informou que o cantor está em São Paulo e que não havia nenhum familiar na casa. Os funcionários responsáveis pela segurança do local perceberam a movimentação estranha e acionaram a PM.

Segundo a corporação, assim que o avião pousou na fazenda, havia uma caminhonete aguardando para recolher a mercadoria. A PM e a Polícia Rodoviária Federal PRF iniciaram buscas pelo carro, que foi localizado na BR-070, entre as cidades de Jussara e Montes Claros de Goiás.

No local, iniciou-se uma perseguição, seguida de um confronto com os ocupantes do carro. Conforme informado pela PM, a troca de tiros foi bastante intensa. Os suspeitos feridos foram encaminhados ao Hospital Municipal de Jussara, porém não resistiram aos ferimentos.

Ao total, foram apreendidos 420 kg de pasta base de cocaína, duas armas de fogo, uma caminhonete Hilux, dois rádios HT e uma antena para comunicação via satélite.