Caso Alec Baldwin: entenda sobre o disparo acidental envolvendo o ator

Segundo a Polícia de Santa Fé, o ator foi informado de que a arma que matou Halyna Hutchins não estava carregada

Na última quinta-feira (21), o ator norte-americano Alec Baldwin disparou acidentalmente uma arma de fogo no set do filme “Rust”. A diretora de fotografia Halyna Hutchins acabou sendo atingida fatalmente e o diretor Joel Souza foi ferido. Dois dias depois do acontecido, a Polícia de Santa Fé, no estado do Novo México, nos Estados Unidos, segue investigando o caso.

As primeiras informações a respeito da ocorrência eram de que dois indivíduos haviam sido baleados e que a polícia local estava averiguando. Um helicóptero levou Halyna Hutchins até um hospital, mas ela não resistiu aos ferimentos. Joel Souza, por sua vez, recebeu alta horas depois e já publicou as suas primeiras palavras a respeito da morte de sua colega. “Estou devastado pela perda de minha amiga e colega, Halyna. Ela era gentil, vibrante e incrivelmente talentosa, lutava por cada detalhe e sempre me inspirava a ser melhor”, afirmou em entrevista ao Deadline.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

As novas informações do Caso Alec Baldwin

De acordo com os relatos da Polícia de Santa Fé, o assistente de direção pegou uma das três armas deixadas à disposição pela armeira do filme, Hannah Gutierrez Reed. A jovem de 24 anos tinha pouca experiência na função e já havia demonstrado insegurança em relação ao trabalho durante entrevista à TMZ. O seu pai, Thell Reed, é veterano no cargo há anos, e foi quem teria tranquilizado a filha em relação às suas dúvidas.

De qualquer forma, a arma foi entregue para Alec Baldwin pelo assistente de direção, sendo que não era a função desse último cuidar das armas de fogo. Além disso, a informação que o ator recebeu era de que não havia munição na arma. Durante atividades no set, Alec Baldwin sacou a arma uma vez em testes de tomadas. Na segunda vez, a arma disparou acidentalmente e atingiu Halyna Hutchins no peito. A bala atravessou e atingiu o ombro de Joel Souza. Os dois estavam operando a câmera de filmagem, além de um terceiro cineasta que passou ileso.

Antes do acidente de quinta, relatos ao Los Angeles Times diziam que três disparos acidentais já haviam ocorrido na semana anterior. Vários integrantes da equipe, inclusive, se demitiram horas antes do ocorrido, e alguns funcionários alegaram que aquele era um ambiente com pouca segurança. A Polícia de Santa Fé continua investigando o caso.

Tags: