Caso Mutirama: Presidente da Agetul será ouvido pelo MP-GO nesta quinta-feira

A denúncia foi feita ao MP-GO pelos servidores do parque

A informação é da promotora Leila Maria de Oliveira, a quem o DE denunciou carta intimidatória de servidor do Mutirama. O presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), Valdery José da Silva Júnior será ouvido nesta quinta-feira pela promotora de Justiça Leila Maria de Oliveira, da 50ª Promotoria.

Que investiga denúncia de que o Parque Mutirama teria sido reaberto irregularmente, sem alvará de funcionamento e sem o certificado de conformidade dos brinquedos, entre outras irregularidades técnica, assédio moral e falta de pagamento de auxílio transporte.

A denúncia foi feita ao MP-GO pelos servidores do parque. O Diário do Estado tem acompanhado o caso e recebeu uma carta intimidatória, de tentativa de censura, assinada por um servidor do parque. A carta foi encaminhada à promotora na tarde de ontem, quando ela informou sobre o depoimento do presidente da Agetul.