Cauã Reymond e família são atacados por cães no local onde mora

Ator estava passeando com a esposa e a filha, levando ainda o cachorro Romeu, que acabou por defendê-los dos outros cães

O ator Cauã Reymond viveu um momento assustador, recentemente, enquanto andava pelas ruas do condomínio onde mora com a filha Sofia e a esposa Mariana Goldfarb e mais dois cães, no Joá, no Rio de Janeiro.

Segundo o F5, o ator foi atacado por cachorros da raça pitbull, de propriedade do rapper Orochi. O ator contou que prestou queixa sobre o ocorrido, mas, logo em seguida, o cantor teria entrado em contato com ele esclarecendo a situação.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Em nota, a assessoria de imprensa informou que “Cauã, inclusive, é um grande admirador do trabalho de Orochi”. Por esse motivo o inquérito não deve ir para frente.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Em Aparecida, casa de homem preso por consumir carne de cachorro é incendiada• Vídeo: Cachorro se ‘rende’ junto com traficantes durante operação• Vídeo: Fiel até o fim, cachorro fica ao lado de caixão do dono

De acordo com o jornal O Globo, existem outros relatos sobre ataques dos mesmos cães, incluindo como vítima uma idosa, que teria sido mordida, além de outros dois homens.

A esposa de Cauã, Mariana Goldfarb também se pronunciou sobre o ataque que sofreu ao lado do marido e da enteada. A modelo usou as redes sociais, por meio dos stories do Instagram:

“A culpa não é do cachorro. Ele estava fazendo a segurança da casa dele. É normal defender. A culpa é de quem deixou a porta aberta, a pessoa responsável pelos cachorros. Às vezes a gente fica com raiva do cachorro”.

Mariana também disse que no momento do ataque eles estavam com Romeu, que é um rottweiler, e que essa teria sido a sorte deles. É que o cão, de grande porte, teria colocado os outros dois para correr. Por outro lado, comentou que ficou bem brava por terem machucado o cachorro dela.

Resposta do rapper

Orochi também se pronunciou através de nota onde afirma que os cachorros não são dele, mas de um amigo que mora no mesmo local.

“Os fatos alegados são contraditórios e serão devidamente apurados no judiciário. Em todos os supostos episódios de fuga dos cães eu não tive qualquer ação ou omissão que os deixasse escapar”.

É sobre as outras acusações, o cantor afirmou: “Há uma ainda não explicada intenção de atribuir a mim, talvez o único jovem negro proprietário de um imóvel no Joá, a pecha de ‘criminoso’ “.

Tags: