Jornal Diário do Estado

Cavalhadas e Fogaréu voltam em 2022; Festa de Trindade está em discussão

Festa em Pirenópolis acontecerá fora do Cavalhódromo, que passa por reforma, depois de ser interditado

Após dois anos suspensas por conta da pandemia, celebrações tradicionais na cultura goiana se preparam para retornar. Depois da confirmação sobre a Procissão do Fogaréu, na Cidade de Goiás, Pirenópolis também garante o retorno das Cavalhadas para este ano, mas em outro local.

Segundo o secretário municipal de Cultura, as Cavalhadas de Pirenópolis, parte das festividades do Divino Espírito Santo, vão acontecer nos dias 5, 6 e 7 de junho, mas não no lugar de costume.

“O Cavalhódromo estará passando por reforma. Vamos para um campo de futebol, que também tem estrutura muito boa para as Cavalhadas, o Módulo Esportivo”, explica o responsável pela pasta de Cultura.

Desde o ano passado, o Cavalhódromo está interditado pelo Corpo de Bombeiros, depois que laudo técnico da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), evidenciou problemas estruturais. Em 2020, a festa já estava sendo planejada quando a pandemia ganhou força.

“Já estávamos preparando a cidade e os cavaleiros se organizavam. Já ano passado, não vimos possibilidade, então não aconteceu nada. Fizemos um momento de fotografias e exposições em homenagem. Agora, analisando o contexto de flexibilização, com vários eventos e shows voltando, vimos a possibilidade de diálogo entre governo estadual, prefeitura, grupos que realizam a festa, grupos folclóricos, mascarados e, então, ficou decidido que teremos sim a festa”, conta o secretário.

As Cavalhadas são inspiradas em tradições portuguesas e espanholas, do período da Idade Média.

Festa do Divino Pai Eterno

O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno convidou a Paróquia de Trindade, a prefeitura do município, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros para avaliar o quadro pandêmico e discutir a possibilidade de a festa do Divino Pai Eterno voltar a acontecer presencialmente, neste ano. Segundo a assessoria, a decisão só deve ser tomada, definitivamente, no fim de março.

A reunião está marcada para a próxima quarta-feira (16), às 10h30, no Santuário. Depois, haverá coletiva de imprensa sobre a Festa de Trindade 2022. Em 2019, a festa chegou a receber três milhões de fiéis, entre eles os romeiros. Tradicionalmente, as celebrações perduram por nove dias, da última sexta-feira de junho até o primeiro domingo de julho.

Procissão do Fogaréu

Na Cidade de Goiás, a tradicional Procissão do Fogaréu está confirmada para o dia 13 de abril. Na semana passada, diversas reuniões foram feitas para definir como seria a celebração em 2022.

Apenas na noite da Procissão, a cidade chega a receber 50 mil turistas, o dobro da população vilaboense, que é de 25 mil pessoas, sendo 25% moradores da zona rural, segundo a Prefeitura.

Na celebração, logo no início da noite da quinta-feira santa, 40 homens vestidos de Farricocos percorrem ruas da cidade carregando tochas e entoando cânticos em Latim. As luzes da cidade são apagadas e todos, inclusive turistas, recebem tochas. A Procissão representa a perseguição de soldados romanos contra Jesus, em Jerusalém. A manifestação de fé foi reconhecida como patrimônio imaterial do Estado de Goiás.