Cerveja representa 2% do PIB nacional

O setor da bebida queridinha do brasileiro, contribui com aproximadamente R$ 25  bilhões em geração de impostos por ano, representando quase 2% do PIB nacional e empregando 2,7 milhões de pessoas no país, entre diretos, indiretos e induzido.

A cerveja é uma bebida levemente alcoólica, obtida pela fermentação da cevada e aromatizada com lúpulo, e tem a fama de uma  forte contribuição cultural e esportiva nacional do país, como principal promotor das grandes festas populares (Carnaval, São João, Circuito Sertanejo, etc) e eventos esportivos  (futebol, automobilismo, etc), fatores estes, condicionantes do desenvolvimento humano e do bem-estar social no país.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Essa bebidinha saborosa que está presente de diversas formas na mesa do brasileiro entre churrascos, festas familiares, boates e reuniões com amigos, se diferem em dois principais tipos: largue e ale. A largue é feita com uma fermentação mais baixa, são cervejas mais leves, de cor clara, com amargor moderado, alta carbonatação e graduação alcoólica entre 3 e 6%. Já a ale é produzida com fermentação elevada em temperaturas mais altas, esse processo cria cervejas mais complexas, frutadas e lupuladas. São mais encorpadas, mas o sabor e a cor pode variar bastante.

LEIA TAMBÉM

• Governistas já têm 122 assinaturas para CPI da Petrobras• Seguros vendidos por bancos ganham espaço, mas é preciso ter atenção• Primas são presas após roubarem supermercado para fazer festa, em Goiânia

O mercado da cerveja hoje, está em todo lugar, entre pequenas e grandes empresas. Apesar da bebida fazer parte das comemorações dos brasileiros, o consumo precisa ser moderado para o exercício de algumas atividades.

Tags: