Chacina Ceilândia: Família é sepultada em cemitério de Taguatinga

O crime aconteceu na noite da última quarta-feira (9). Lázaro Barbosa segue foragido

Os corpos de quatro pessoas da mesma família que foram assassinadas em Ceilândia, no Distrito Federal, na última quarta-feira (9) foram sepultados no cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga, na manhã desta segunda-feira (14).

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Cláudio Vidal de Oliveira, de 48 anos, Gustavo Marques Vidal, de 21, Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15, foram encontrados mortos dentro de casa. A chácara onde morava ficava em uma chácara no Icra 9. O criminoso, Lázaro Barbosa, sequestrou a mãe dos jovens, Cleonice Marques, de 43 anos. Ela foi encontrada morta no sábado (12), em um córrego, em uma área de vegetação.

Dezena de amigos e familiares se emocionaram durante o velório, que começou as 7h da manhã desta segunda-feira (14).

“Temos revolta no coração, mas Deus vai nos iluminar. Esse cara [Lázaro] precisa ser pego”, disse o irmão de Cleonice, José Joaquim Rodrigues, de 49 anos, ao G1.

Cleonice e os filhos foram enterrados juntos e Cláudio, com um irmão, que já havia falecido.

Relembre o caso

A família teve a casa invadida, em uma área rural, e o pai e os dois filhos foram mortos a tiros e facadas. O suspeito, Lázaro Barbosa, fugiu levando a mãe, que havia ligado para familiares durante o crime. O sumiço da mulher foi registrado por volta das 1h40, quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local encontrando o pai e os filhos mortos.

O corpo da mãe foi encontrado no sábado (12), em um matagal próximo a região onde o criminoso se escondia.

Lázaro fugiu para Goiás e segue foragido. Desde o início das buscas, ele tem deixado rastos de crimes: invadiu mais duas residências e baleou outra três pessoas, além de roubar um carro. 

Tags: