Cidade no RJ terá vacinação em massa para sediar carnaval fora de época

O projeto na Ilha de Paquetá faz parte de um experimento de vacinação em massa proposto pela Fundação Oswaldo Crus (Fiocruz)

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou a realização do primeiro evento oficial com aglomeração de pessoas na cidade em tempos de pandemia de Covid-19. O evento-teste será um Carnaval fora de época em setembro, na ilha de Paquetá, a 17 km do continente.

No próximo domingo (20), a ilha de Paquetá se tornará palco de um projeto de imunização em massa contra a Covid-19, coordenado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). Pela programação, todos os moradores com mais de 18 anos serão vacinados. A segunda dose da vacina será aplicada quatro semanas depois, e 15 dias depois o sucesso da imunização será avaliado.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A ilha de Paquetá tem cerca de 4.000 moradores cadastrados para a vacinação. Mais da metade já recebeu as doses, após a imunização de toda a população, será possível avaliar a flexibilização das medidas de isolamento.

Nas redes, Paes foi alvo de críticas por anunciar uma festa apenas dois meses depois do início da vacinação. O prefeito ressaltou que o cronograma de vacinação obedecerá a um prazo mais curto entre aplicação de uma dose e a outra. “É um evento-teste em Paquetá. Situação toda especial e com circunstâncias especiais”, justificou.

Tags: