Clécio Alves ataca secretariado de Iris

Em sessão da Câmara Municipal, realizada na manhã desta terça-feira, 14, o vereador Clécio Alves (PMDB) fez duras críticas ao secretariado de Iris Rezende. O parlamentar rebateu a acusação de um secretário não identificado da Prefeitura que, em entrevista ao Jornal Opção, alegou que a irritação de Alves com o prefeito e a direção da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) teria haver com 150 cargos que ele detinha na estatal.

“Saiu em um jornal que um pseudo secretário da prefeitura de Goiânia afirmou que eu estava nervoso porque acabou a minha mamata na Comurg. Que eu tinha 150 cargos comissionados na Comurg. E ele não se identificou. Covarde, secretário mentiroso, desonesto”, afirmou.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Apesar dos ataques, Clécio Alves admitiu que tem amigos que trabalham na Comurg. Segundo ele, porém, todos são efetivos e não estão envolvidos no que classificou como rolos e malandragens.

LEIA TAMBÉM

• Ana Paula, filha de Iris Rezende, diz que não tem pretensões políticas• Avenida Castelo Branco não terá nome de Iris Rezende, decide Câmara• Sessão que discutiria mudança de nome da Avenida Castelo Branco para Iris Rezende é suspensa

“Eu tinha mais até que esse número de pessoas efetivas que trabalhavam. Encarregados de turma, que cuidavam de garis. Procurem saber se há algum dos meus amigos estão metidos em rolos, roubos ou malandragens na Comurg”, disse.

Irritado, o líder do PMDB na Câmara de Vereadores continuou a atacar o secretariado. Clécio Alves afirmou veementemente que há secretários incompetentes no primeiro escalão da Prefeitura.

“O secretário da Educação (Marcelo Ferreira da Costa) é incompetente, arrogante, prepotente, metido. Trabalhou contra o Iris. Está mantendo todos os petistas. Os petistas estão mandando naquela secretaria. Secretária da Saúde é incompetente. A diretoria da Comurg só está fazendo coisa errada, estrepolia. É preciso mudar”, esbravejou.

“Eu sou amigo do Iris, quero o bem de sua administração. Mas, antes de ser amigo do Iris, sou funcionário do povo de Goiânia. Eu não sou empregado do prefeito e não estou aqui para tapar os olhos e fazer de conta que não estou vendo a incompetência do secretário de Educação, da secretária de Saúde (Fátima Mrué), da diretoria da Comurg”, completou.

Tags: