// Poder

Vídeo: Major Vitor Hugo parte para cima de Gustavo Mendanha

Em

Em vídeo publicado nas redes sociais, o deputado federal Major Vitor Hugo (PSL) criticou o prefeito de Aparecida de Goiânia e principal adversário de Ronaldo Caiado (DEM), Gustavo Mendanha (sem partido) por “compor com toda a esquerda” para que pudesse ser reeleito em 2020.­ 

Na briga para ser o candidato de Bolsonaro em Goiás, Vitor Hugo afirma ainda “ou Mendanha não sabe, ou sabendo ignora todo mal que a esquerda fez para o Brasil e poderia fazer para Goiás”, disse. O deputado critica partidos e reforça o anti-petismo “já imaginou Goiás com um secretário de Educação do PT? Ou secretário de Economia e Finanças ou da Indústria e Comércio do PSOL? A sociedade goiana jamais aceitaria. O Gustavo topa compor com eles para a eleição”, fala.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Os argumentos para tentar diminuir a força de Mendanha, referem-se a possível filiação do prefeito no Partido Liberal (PL), partido que o presidente Bolsonaro vai se filiar. Mendanha com o apoio de Bolsonaro, mina as chances do nome de Vitor Hugo ser um candidato ao governo na linha bolsonarista.

Assista o depoimento do Major Victor Hugo:

 

Mendanha em plena campanha política

O período oficial de campanha política só começa em 16 de agosto de 2022, mas o prefeito Gustavo Mendanha saiu a frente com bonés em seu nome. A frase “Tô com #GM2022” estampada no acessório faz apologia à candidatura ao governo de Goiás. De acordo com a legislação, materiais que exaltem políticos são proibidos no período de pré-campanha.

Imagens retiradas de redes sociais dos apoiadores de Gustavo Mendanha.

Caiado tenta herdar os votos de Iris Rezende em Goiânia

Enquanto isso, Caiado, também foi criticado pelo deputado federal Major Vitor Hugo por ter dado um “chega para lá” em Bolsonaro. O afastamento dos dois é pela imagem negativa que o inquilino do Palácio da Alvorada vem tendo no Brasil com o índice de rejeição e ficando para trás na corrida eleitoral de 2022.

Ao mesmo tempo, o governador corre atrás da sua reeleição e tenta herdar os votos de Iris Rezende com a retomada do mutirão de serviços para a população. A primeira edição foi neste final de semana (20), mas a ideia é percorrer todo o estado de Goiás.

O destino do próximo mutirão é na vizinha de Goiânia e reduto de Mendanha, Aparecida de Goiânia.

De olho em 2022

O vice de Caiado, Daniel Vilela (MDB), promove na primeira semana de dezembro, um encontro com as regionais do partido em Goiânia e Anápolis. Apesar do governador ainda não ter tratado abertamente sobre as alianças partidárias, o partido do prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), pretende lançar o ex-ministro das Cidades Alexandre Baldy (PP) ao Senado ano que vem pela chapa de Caiado.

E por falar em Senado…

O pré-candidato ao Senado, Henrique Meirelles (PSD) está na ativa com seus encontros de apoiadores. Neste final de semana ele vem para Goiânia em mais uma sabatina de reuniões.

MDB mostrando as caras na prefeitura de Goiânia

O advogado Michel Magu, que foi candidato a vereador por Goiânia nas eleições passadas pelo MDB, assumiu hoje (22) a Secretaria de Desenvolvimento e Economia Criativa (Sedec) de Goiânia. O nome de Magu já era ventilado como sucessor do vereador Paulo Henrique, o qual reassume o mandato na Câmara de Goiânia em meio as denúncias de mandato. Magu pulou de galho em galho nas secretarias de Goiânia e agora tem o endereço certo na Sedec.

“É lei” o Legislativo antecipar eleições de Mesa Diretora

A exemplo da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) que em 2019 reelegeu o presidente Lissauer Vieira (PSB) para o biênio 2021-2022, as Câmaras de Goiânia, Aparecida de Goiânia e agora Senador Canedo, andaram pelo menos caminho. Em Senador Canedo, o vereador Carpegiane Silvestre (DEM) será o presidente novamente da Casa nos anos 2023-2024 sendo reeleito na última quinta-feira (18).