// Poder

Para evitar tornozeleira, deputado Daniel Silveira dorme no gabinete, em Brasília

Político manifestou descontentamento contra novas medidas tomadas pelo STF que determinam uso de equipamento na Câmara Federal

Em

O deputado federal pelo Rio de Janeiro, Daniel Silveira (União Brasil), passou a noite de terça-feira para quarta-feira (29/30), na Câmara Federal. Ele chegou ao Poder com um travesseiro e disse que dormiria em seu gabinete em protestos contra as recentes decisões tomadas pelo Supremo Tribunal Federal.

Isso porque o ministro Alexandre Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal e a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal cumpram a decisão, inclusive dentro da Câmara Federal, para que o político faça o uso da tornozeleira eletrônica.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Daniel Silveira também foi proibido de participar de eventos públicos e antidemocráticos e, as novas restrições foram determinadas porque o político estaria descumprindo as ordens judiciais. Vale lembrar que Daniel é réu no Supremo por estimular atos antidemocráticos e ameaçar instituições e chegou a ser preso no ano passado após divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF.

LEIA TAMBÉM

• Enfermeira é presa por vender atendimentos, cirurgias e vagas de UTI no DF• Governo Federal tem cinco dias para explicar manual contra aborto legal• STF decreta sigilo na apuração de suposta interferência de Bolsonaro no MEC

O deputado ainda não falou com a imprensa sobre os últimos acontecimentos. Até a manhã desta quarta-feira (30/03), o gabinete de Daniel Silveira estava isolado pela Polícia Legislativa.

Tags: