// Poder

Por decisão do TRE, Moro não pode ser candidato em SP

Ex-juiz pode recorrer no TSE, mas, até o momento, considerou-se que Sérgio Moro não tem vínculo profissional com o Estado

Em

O ex-juiz Sérgio Moro (UB) não cansa de acumular derrotas na tentativa de viabilizar algum projeto político para 2022.

O magistrado, que chegou a anunciar pré-candidatura a presidência da República, agora corre o risco de não conseguir disputar mandato nenhum no pleito desse ano.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Isso porque por quatro votos a dois, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), rejeitou a transferência de domicílio eleitoral de Sérgio Moro para São Paulo.

LEIA TAMBÉM

• Anápolis tem 33 candidatos a deputado estadual e 23 a federal• PROS revoga candidatura de Pablo Marçal por apoio à Lula• Dos cerca de 200 candidatos ao governos estaduais no Brasil, só 34 são mulheres

Esse é o novo banho de água fria de Moro, que no momento, tinha a pretensão de se candidatar ao Senado ou a deputado federal nas eleições pelo Estado.

O entendimento da corte é que Moro, que é do Paraná, não tem vínculo com São Paulo. Até as consultorias que foram prestadas profissionalmente pelo ex-juiz, foram feitas virtualmente.

A decisão do TRE cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Moro se manifestou sobre o assunto. Disse que ficou “surpreso” e não desistirá do Brasil.

Tags: