Jornal Diário do Estado

// Poder

Prefeito de Senador Canedo prioriza senador Kajuru em detrimento de Vanderlan

Em

Aliados do senador Vanderlan Cardoso (PSD) fizeram chegar aos ouvidos de pessoas próximas ao prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo (União Brasil), a insatisfação do parlamentar com a atenção dada ao seu inimigo político, o também senador Jorge Kajuru (PSB), que esteve na cidade nesta segunda-feira, 5/9, e foi recebido com toda pompa e circunstância pelo gestor, auxiliares e pela primeira-dama Simone Assis. Kajuru retribuiu: após a reunião, postou no Instagram que ele é “o senador da história de Senador Canedo”.

Toda a festa em torno da presença de Kajuru se justifica – pelo menos em tese – pelo anúncio que ele fez durante o encontro político: confirmou envio de R$ 3,5 milhões em recursos federais via emenda parlamentar, auxílio para viabilizar a construção de mil moradias populares e apoio irrestrito e incondicional para a construção e manutenção de um hospital municipal.

Vanderlan, segundo interlocutores, teria acusado o golpe. Interpretou que teria sido rifado como senador “que representa” a cidade. Em função, principalmente, pelo projeto do hospital. Obra que se sair do papel, lhe traria muitos dividendos políticos. “Agora que o senhor pegou esta demanda pra si, a gente fica esperançoso de fazer este hospital o quanto antes. (…) O que nos faltava era essa posição, essa coragem de abraçar esse sonho junto com a gente”, disse o prefeito em vídeo divulgado nas suas redes sociais.

Diante da repercussão do encontro entre Pellozo e Kajuru, e do alijamento cada vez mais visível de Vanderlan Cardoso, emissários do gestor entraram em cena para tentar contemporizar a situação: “Pellozo não vai perder a oportunidade de trazer recursos federais para a prefeitura, independentemente de quem seja o senador ou o deputado que conseguir viabilizá-los”, explica uma fonte ligada ao prefeito. Pois bem. Agora é aguardar como Vanderlan vai digerir toda esta situação.

Tags: