// Poder

PT entra com ação na PGR por conta de fala racista de Bolsonaro (PL)

Em conversa com apoiadores na última quinta-feira, o presidente se referiu a um homem negro dizendo que ele "pesa mais de sete arrobas não é?"

Em

Mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro (PL) usou uma expressão racista durante conversa com seus apoiadores no chamado ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada na última quinta-feira (12).

“Conseguiram te levantar, pô? Tu pesa o quê, mais de sete arrobas, não é?”, disse o presidente se a um homem negro que estava no local.

Bolsonaro continuou a fala ironizando que já foi alvo da Justiça por ter usado a mesma expressão de cunho discriminatório.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Chamei um cara de 8 arrobas”, relembrou.

LEIA TAMBÉM

• PoderData mostra que Lula tem apoio de 18% daqueles que votaram em Bolsonaro no último pleito• “Posso ajudar muito mais sendo médica”, atesta Ludhmilla Hajjar• PL realiza encontro ao longo deste sábado, 14, em Goiânia

Bolsonaro se referia a vez que visitou uma comunidade quilombola e que disse que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas” e que “nem para procriador ele servia mais”.

À época, caso foi denunciado pela Procuradoria, mas a acusação da PGR foi rejeitada pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2018.

Sobre a nova fala, o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), disse que ele e a presidenta do PT, a também deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), pretendem entrar com representação na Procuradoria-Geral da República  (PGR) sobre o caso.

“O presidente Bolsonaro, ao dizer que ‘negros são pesados por arrouba’ , comete crime de racismo. O PT através da presidenta Gleisi e eu iremos representá-lo na PGR”, afirmou Teixeira.

Outros congressistas negros da oposição também protestaram contra a nova declaração racista de Bolsonaro como por Benedita da Silva (PT-RJ), Talíria Petrone (PSOL-RJ) e Vicentinho (PT-SP).

Tags: